Wall Street com a maior queda dos últimos 8 meses à custa da saúdeNotícias de Saúde

Quarta, 31 de Janeiro de 2018 | 5 Visualizações

Fonte de imagem: US News Money

A Amazon, o Warren Buffet e o JP Morgan assinaram um acordo de associação sob o qual criarão uma empresa de saúde independente que visa reduzir os custos da assistência médica e melhorar os serviços oferecidos aos seus funcionários nos Estados Unidos. As ações das empresas de saúde caíram fortemente.

A bolsa de Nova Iorque deu hoje um tombo. O Dow Jones caiu 1,37% para 26.076,89 pontos; o da S&P 500 caiu 1,09% para 2.822,43 pontos e o Nasdaq caiu 0,86% para 7.402,5 pontos. A culpa é da Amazon (+1,42%) que anunciou que ia entrar no setor da saúde, a par com Warren Buffet e o JP Morgan. Juntaram-se para criar uma nova seguradora de saúde a oferecer precos “razoáveis”.

Assinaram um acordo de associação sob o qual criarão uma empresa de saúde independente que visa reduzir os custos da assistência médica e melhorar os serviços oferecidos aos seus funcionários nos Estados Unidos.

A UnitedHealth Group, a empresa relacionada ao setor de saúde nos EUA com a maior capitalização de mercado, registou a maior queda no índice Dow Jones (-4,35%). Mas não foi o único: Anthem, Aetna, CIGNA, Humana, Health Net, Molina HealthCare, Centene Corp. e WellCare Health caíram entre 0,8% e mais de 7%.

No capítulo dos resultados, nesta terça-feira, publicaram as suas contas dois membros do Dow Jones: a cadeia de fast food McDonald’s que caiu 2,98% depois de ter anunciado hoje que obteve em 2017 um lucro líquido de 5.192 milhões de dólares (4.180 milhões de euros), 11% mais do que no ano anterior.

 No último trimestre de 2017, a empresa teve um lucro de 699 milhões de dólares, quando no mesmo período do ano anterior teve 1.193 milhões.
Por ação, a cadeia de restaurantes ganhou 6,37 dólares durante o último ano, face aos 5,44 dólares por acção que tinha registado no ano anterior.

A farmacêutica Pfizer perdeu 3,13% em bolsa depois de apresentar resultados.  A farmacêutica Pfizer anunciou hoje que em 2017 teve lucros de 21.308 milhões de dólares (17.193 milhões de euros), quase o triplo dos ganhos de 2016.

Ambas as empresas acompanham o UnitedHealth Group como os mais baixos. Embora as perdas tenham sido generalizadas no índice. Do lado positivo, apenas dois valores se destacaram a Caterpillar (+ 0,73%) e a Procter & Gamble (+ 0,1%).

Noutros mercados o petróleo também está em queda. O crude West Texas  caiu 2,39% para 63,99 dólares e o Brent caiu 1,38% para 68,50 dólares.

O euro sobe ligeiramente face ao dólar para 1,2403 dólares.

Partilhar esta notícia
Referência
Maria Teixeira Alves

Notícias Relacionadas