VIH: Quatro bebés "curados" com terapia à nascençaNotícias de Saúde

Quarta, 02 de Julho de 2014 | 33 Visualizações

Quatro bebés com VIH, o vírus causador da SIDA, foram, aparentemente, "curados" da infeção logo após a nascença no Canadá graças a uma terapia inovadora que vem renovar as esperanças numa eliminação total da doença. Os resultados do tratamento vão ser apresentados este mês numa conferência em Melbourne, na Austrália.

De acordo com o jornal australiano Herald Sun, as crianças, cujas mães são seropositivas, receberam, todas elas, doses elevadas de três fármacos antirretrovirais nas primeiras horas imediatamente após o nascimento.

As análises efetuadas aos bebés depois da administração do tratamento não mostraram quaisquer sinais do vírus no organismo de cada um deles, o que os transforma em mais um caso de sucesso idêntico ao de uma bebé do Mississipi, EUA, que, o ano passado, foi a primeira no mundo a entrar em remissão e a ser apresentada como um exemplo de "cura funcional". 

Esta "cura funcional" do VIH significa, como o Boas Notícias avançou à data, que a presença do vírus foi reduzida até níveis muito baixos, o que o torna indetetável nos exames e permite ao corpo humano controlá-lo sem a necessidade de fármacos. 

Tradicionalmente, o tratamento com antirretrovirais é apenas capaz de suprimir o VIH e de o "adormecer", mas, no caso da bebé do Mississipi, a medicação foi totalmente interrompida e o vírus não voltou a emergir, o que aumenta as possibilidades de que a aplicação do tratamento pouco depois do parto ou mesmo da infeção possa trazer a cura.

Ari Bitnun, médico do Hospital for Sick Children em Toronto, no Canadá, que acompanhou o trabalho com os quatro bebés agora submetidos ao tratamento, alertou, porém, que é ainda muito cedo para dizer com 100% de certezas que os pacientes estão definitivamente curados, já que estão ainda a receber antirretrovirais e o vírus pode voltar se a administração for suspensa.

Em declarações ao Herald Sun, a investigadora Sharon Lewin, uma das presidentes da conferência AIDS 2014 que vai decorrer em Melbourne, afirmou que a importância desta investigação vai ser o principal foco da atenção internacional durante o evento marcado para a semana de 20 a 25 de Julho.

"Vai ser entusiasmante para a cidade de Melbourne e para o mundo receber este grande encontro de mentes para discutir os últimos avanços da ciência, da política e da ação comunitária em todos os aspetos da resposta global ao VIH", acrescentou Lewin. 

Partilhar esta notícia
Referência
jornal australiano Herald Sun

Notícias Relacionadas