VIH: 30 Anos, 30 MitosNotícias de Saúde

Segunda, 14 de Abril de 2014 | 118 Visualizações

Um em cada cinco portugueses acredita que o vírus do VIH se transmite através do beijo e que esta doença atinge sobretudo os homossexuais, refere o estudo intitulado “VIH: 30 Anos, 30 Mitos”.

Trinta anos após o primeiro caso de sida em Portugal, este estudo realizado por uma empresa de estudos de mercado conclui que 22% dos inquiridos considera que esta infeção se pode transmitir pelo beijo, o que não é verdade. Esta percentagem sobe para 35%na população com 65 ou mais anos.

O estudo, ao qual a agência Lusa teve acesso, inquiriu no final do ano passado 600 indivíduos, dos quais 37% considera que “estar infetado com VIH é o mesmo que um diagnóstico de morte prematura”.

Um quinto dos participantes também acredita que a infeção pelo VIH/Sida pode transmitir-se em piscinas, casas de banho e transportes, o que é falso. Tal como a ideia que “ser picado por um inseto que picou uma pessoa infetada é uma forma de transmissão”.

Relativamente ao teste ao VIH, 12% dos indivíduos acredita erradamente que uma empresa pode obrigar os seus funcionários a fazerem este teste e 51% acredita que uma empresa pode fazer o teste aos seus funcionários sem eles saberem.

Quanto ao tratamento, 66 % dos inquiridos considera que “o tratamento da infeção pelo VIH/Sida tem muitas contraindicações e muitos efeitos adversos”, embora “desde o desenvolvimento da terapêutica antiretrovírica combinada que têm vindo a ser desenvolvidos regimes terapêuticos mais efetivos, simples e com melhor perfil de tolerabilidade”.

O estudo indica que 70% contaria aos seus amigos se estivesse infetado pelo vírus, 89% não se importa de cumprimentar uma pessoa infetada pelo VIH e 35% não se importaria de ter uma relação afetiva com uma pessoa infetada pelo VIH.

Partilhar esta notícia
Autor
Lusa / Alert Science
Referência

Notícias Relacionadas