Uvas e passas são uma das principais causas de asfixia nos mais pequenosNotícias de Saúde

Quinta, 28 de Dezembro de 2017 | 26 Visualizações

Fonte de imagem: Today I

O alerta é dado pela Sociedade Espanhola de Otorrinolaringologia e Cirurgia da Cabeça e Pescoço (SEORL-CCC) em vésperas de Ano Novo.

Raimundo Gutiérrez Fonseca, vice-secretário-geral da SEORL-CCC, explica que “esta fruta, pelas suas qualidades quanto à forma e textura, pode provocar a obstrução das vias respiratórias e, se não se atuar de forma rápida, pode matar”. O médico salienta que ao ser engolida sem ser mastigada, esta fruta pode atuar como um tampão, “impedido a respitação”.

A sociedade espanhola recomenda, assim, a não dar este tipo de alimentos às crianças, principalmente aso menores de cinco anos. Ou, de outra forma, cortá-los de vários pedaços e tirar-lhes a pele.

A maioria dos episódios de engasgamento ocorre por volta dos dois anos, pois as crianças ainda não têm os dentes desenvolvidos e o seu sistema digestivo ainda é imaturo, facilitando a entrada de corpos estranhos nas vias respiratórias.

Raimundo Gutiérrez Fonseca destaca também os pequenos brinquedos e os balões, também eles presentes em datas festivas, como causas de asfixia em crianças.

O médicos desaconselham e chegam mesmo a proibir dar qualquer tipo de fruto seco não moído a crianças com menos de cinco anos.

 

Partilhar esta notícia
Referência