Tudo o que precisa de saber sobre estriasNotícias de Saúde

Quinta, 19 de Maio de 2016 | 120 Visualizações

Fonte de imagem: videosaqui

São das marcas corporais mais indesejadas e podem surgir pelas mais variadas situações. Eis o que precisa de saber sobre as estrias.

Não escolhem idade, não escolhem género, nem tão pouco zonas corporais… mas contam sempre uma história (seja boa ou má).

As estrias são das marcas menos desejadas e estão muitas vezes associadas a perdas drásticas de peso ou à gravidez. Mas estes estão longo de serem os únicos causadores de estrias: o stress, o ganho de peso e os problemas cutâneos são outros dos motivos que desencadeiam o aparecimento de estrias.

Embora a marca provocada pelas estrias não saia do corpo totalmente, a revista Prevention revela que a Universidade de Miami (nos Estados Unidos) está a desenvolver um tratamento que promete resultados mais eficazes no tratamento (e disfarce) das estrias, que nada mais são do que cicatrizes naturais que alteram a pigmentação da parte afetada (podendo deixar a marca mais vermelha – como acontece com as estrias ‘novas’ - ou branca – aspeto que as estrias mais velhas ganham).

Mas com ou sem este novo tratamento, é sabido que as estrias com menos tempo de ‘vida’ (as ditas vermelhas) são mais fáceis de tratar, sendo importante procurar junto de um médico ou dermatologista o tratamento mais indicado e eficaz, uma vez que as estrias não são todas iguais e dependem, por exemplo, da espessura e tom de pele da pessoa.

O laser fracionário é, para já, o tratamento mais eficaz no disfarce das estrias, uma vez que trata diretamente a zona ‘ferida’. Mas os tratamentos de laser que mexem com a pigmentação assumem-se, também, como uma alternativa eficaz, ao contrário dos cremes e loções que são comercializadas em supermercados e que prometem acabar com as estrias de uma vez, lê-se na revista Prevention.

Porém, os cremes com derivados de vitamina A (tretinoína, por exemplo) podem ajudar a diminuir a intensidade das estrias mais jovens.

Partilhar esta notícia
Referência
POR DANIELA COSTA TEIXEIRA

Notícias Relacionadas