Três meses de licença parental para homens suecosNotícias de Saúde

Terça, 02 de Junho de 2015 | 19 Visualizações

O governo da Suécia prepara-se para dar aos homens mais um mês de licença parental paga a 100%. Este período vem juntar-se aos atuais 16 meses concedidos ao casal mas, neste caso, não pode ser usufruído pela mãe. De acordo com o executivo sueco, a medida destina-se a promover a criação de laços entre os pais e as suas crianças.

De acordo com a nova proposta, os homens ficam agora com um total de 90 dias para passarem com os seus bebés, sem que possam trocar com as mães. Os mesmos 90 dias são destinados exclusivamente às mães e o restante tempo pode ser dividido, até à hora, pelo casal.

De acordo com o jornal sueco de língua inglesa “The Local”, a ministra da Segurança Social do governo de Estocolmo, Annika Strandhäll, a medida – que se prevê entre em vigo no Outono - estava a ser pensada há algum tempo, já que é tida como “essencial para obter um maior nível de igualdade de género”.

Partilhar esta notícia
Autor
Pais
Referência

Notícias Relacionadas