Tampão inovador protege contra VIHNotícias de Saúde

Quarta, 20 de Agosto de 2014 | 66 Visualizações

( Imagem: U of Washington )

Em breve, a proteção contra o vírus VIH poderá vir na forma de um simples tampão de tecido que se dissolve no organismo e que basta introduzir alguns minutos antes da relação sexual.

Uma equipa de bio engenheiros da Universidade de Washington (EUA) desenvolveu um novo método que fornece ao organismo um medicamento que, em poucos minutos, deixa as mulheres protegidas contra o VIH. 

Neste momento, nos EUA, já são administrados, como forma de prevenção, antirretrovirais a pessoas com comportamentos de risco. Está também a ser testada, naquele país, a administração de cremes ou de medicamento em forma de gel. Contudo, estas duas opções (creme e gel) não têm obtido resultados satisfatórios nos testes.

Para serem eficazes, os tratamento tópicos usados para prevenir o VIH têm de ser administrados em doses elevadas, antes da relação sexual. O problema é que as mulheres raramente aplicam o creme ou gel na quantidade necessária. 

Por isso, a equipa da UW criou um tecido de fibras suaves que está embebido com altas doses de Maraviroc, um medicamento utilizado na prevenção e no tratamento da doença. Cerca de 30 por cento do tecido está embebido com o tratamento, enquanto no caso do gel e dos cremes a substância representa apenas 03% da composição. 

( Scott Manthey )

O tecido pode depois ser moldado na forma de um tampão que se insere facilmente na vagina. De acordo com o comunicado de imprensa da Universidade, estas fibras demoram apenas seis minutos a dissolver-se e a libertar o Maraviroc.

“Esta solução pode oferecer às mulheres uma forma mais eficaz e discreta de se protegerem da infeção por VIH”, diz no comunicado Cameron Ball, a investigadora principal do estudo cujos resultados foram publicados na edição de Agosto do jornal Antimicrobial Agents and Chemotherapy.

Clique AQUI para aceder ao comunicado da Universidade de Washington.

Partilhar esta notícia
Referência
Comunicado da Universidade de Washington

Notícias Relacionadas