Stress potencia risco de morte por problemas hepáticosNotícias de Saúde

Quinta, 21 de Maio de 2015 | 186 Visualizações

Um grupo de cientistas da Universidade de Edimburgo, na Escócia, realizou aquele que é o primeiro estudo que relaciona o stress, ansiedade e depressão a um aumento de risco de morte por doenças hepáticas.

De acordo com a publicação feita no site da universidade, a equipa de Tom Russ avaliou, durante dez anos, os níveis de stress de 165 mil pessoas e concluiu que as que apresentavam um nível de stress, ansiedade ou depressão mais elevado sofriam um maior risco de morrer por doenças de fígado do que as que tinham níveis mais reduzidos ou considerados normais.

Embora esta pesquisa mostre “evidências” na relação entre estes dois fatores, os criados do estudo ressalvam que ainda é cedo para a apontar o stress como causa direta, não sendo ainda possível estabelecer uma relação causa-efeito.

Partilhar esta notícia
Referência

Notícias Relacionadas