Sono profundo transforma experiências em memóriasNotícias de Saúde

Domingo, 12 de Julho de 2015 | 56 Visualizações

Fonte de imagem: vocemelhor.carenet

As fases de sono profundo, também conhecidas por sono REM (movimento rápido dos olhos) são essenciais para transformar as experiências diurnas em memórias e novas capacidades. E este fenómeno é especialmente visível nas crianças e jovens, de acordo com um estudo publicado na revista “Science Advances”.

O sono REM acontece em cerca de dois terços do tempo em que dormimos e é nesta fase que acontecem os sonhos. No trabalho agora divulgado, uma equipa da Universidade Estadual de Washington (EUA) centrou-se nos efeitos do sono no desenvolvimento da visão dos animais jovens. Os cientistas verificaram que os circuitos do cérebro ligados à visão se alteram à medida que os animais exploravam o ambiente envolvente, mas a fase REM é necessária para transformar essas experiências em memórias permanentes.

“O sono REM funciona como revelador químico utilizado na revelação fotográfica antiga fazendo com que os traços das experiências fiquem mais permanentes e focados no cérebro. As experiências são frágeis. Estes traços tendem a desvanecer sem o sono REM e o cérebro basicamente esquece aquilo que viu”, revelou, em comunicado de imprensa, um dos autores do estudo, Marcos Frank.

O investigador explicou que durante a altura em que os cérebros jovens desenvolvem a funções cognitivas – como a visão, discurso, linguagem, capacidades motoras e sociais – o sono REM ajusta os neurónios à informação recebida do exterior.

Na opinião de Marcos Frank, este estudo tem grandes implicações no conhecimento do sono das crianças. “Há uma grande número de dados que sugerem que a quantidade de sono de uma criança afeta o seu desempenho escolar. Este estudo ajuda a explicar por que isto acontece e por que motivo devemos ser cautelosos com a restrição do sono das crianças, o que muitas vezes ocorre”.

Partilhar esta notícia
Autor
Pais
Referência

Notícias Relacionadas

Info-Saúde Relacionados