Sida acelera o envelhecimento em cinco anosNotícias de Saúde

Terça, 26 de Abril de 2016 | 46 Visualizações

Fonte de imagem: Pixabay

O envelhecimento precoce representa um maior risco de morte de 19%.

Um estudo do Centro Médico da Universidade de Nebraska, nos Estados Unidos, revela que o vírus da imunodeficiência humana (VIH) provoca um envelhecimento acelerado, embora a esperança média de vida as pessoas com esta doença seja maior do que em anos anteriores.

Segundo a investigação, publicada esta quinta-feira na revista Molecular Cell, a idade orgânica dos pacientes com Sida é cinco anos maior do que a idade biológica, o que faz com que corram um risco de morte 19% maior.

Para os investigadores, o envelhecimento de cinco anos não pode ser ignorado, uma vez que – quando associado à doença – pode trazer complicações severas a nível de vulnerabilidade a problemas cardiovasculares, declínio cognitivo e problemas hepáticos.

As conclusões do estudo chegaram após terem sido analisadas as mudanças epigenéticas nas células de 137 pacientes com VIH (estas mudanças não alteram diretamente a sequência do ADN da pessoa, mas interferem na forma como os genes se expressam no ADN). Assim que cruzaram os dados, os cientistas encontraram uma metilação do ADN, que altera a forma final das proteínas codificadas nos genes.

Estudo - Sida acelera o envelhecimento em cinco anos

Partilhar esta notícia
Referência
POR VÂNIA MARINHO

Notícias Relacionadas