Sete boas razões para aderir à dieta paleoNotícias de Saúde

Terça, 09 de Fevereiro de 2016 | 32 Visualizações

Fonte de imagem: espiritooutdoor

Comer como o homem das cavernas. Sim, esta é uma das mais recentes tendências e das que mais energia promete.

A dieta do Paleolítico é uma das mais complexas, exigentes e nutritivas. Contudo, é também uma das mais difíceis de manter. Já se imaginou sem o pão ou sem os alimentos processados que comummente come? Pois bem, eis a era do Paleolítico.

Esta deita – conhecida como Paleo – permite o consumo de todos os peixes e mariscos e ainda de carnes magras. As frutas e legumes (desde que sejam isentos de amido, como é o caso da batata-doce, dos vegetais crucíferos, os espargos e o aipo) são também bem-vindos. De fora do menu ficam as leguminosas, os lacticínios, os cereais e todo e qualquer alimento processado.

Esta dieta requer uma espécie de viagem no tempo e de reeducação alimentar, uma vez que são excluídos muitos dos alimentos ingeridos diariamente. Mas existem bons motivos para aderir à dieta Paleo. Eis os sete destacados pelo site Mind Body Green:

1. Tem muitos adeptos, o que facilita a procura de informação e depoimentos;

2. É uma dieta saudável e dá preferência aos alimentos frescos;

3. É usada a nível medicinal, sendo a melhor opção para o combate e prevenção de algumas doenças;

4. Aumenta os níveis de concentração, energia e memória;

5. Aniquila o impulso alimentar;

6. É um tipo de alimentação amigo do planeta;

7. Permite conhecer a fundo aquilo que se come (fornecendo uma noção mais precisa dos macro e micronutrientes)

Partilhar esta notícia
Referência