Será o café o segredo da luta contra a obesidade?Notícias de Saúde

Quinta, 27 de Junho de 2019 | 53 Visualizações

Fonte de imagem: Medical News Today

Uma equipa de investigadores descobriu que beber uma chávena de café pode estimular a gordura castanha, que constitui a defesa do organismo contra a gordura.
 
O tecido adiposo castanho, também conhecido como gordura castanha, tem como principal função gerar calor no organismo através da queima de calorias. A gordura branca, por seu turno, é o resultado do armazenamento de calorias em excesso. 
 
Os seres humanos e outros mamíferos possuem gordura castanha. Só recentemente se descobriu que os adultos possuem este tipo de gordura. No passado considerava-se que só os bebés e animais em hibernação apresentavam gordura castanha.
 
As pessoas com um índice de massa corporal mais baixo possuem quantidades maiores de gordura castanha.
 
“A gordura castanha funciona de forma diferente da outra gordura no organismo e produz calor através da queima de açúcar e gordura, frequentemente em resposta ao frio”, afirmou Michael Symonds, coautor principal do estudo, da Faculdade de Medicina da Universidade de Nottingham, Reino Unido.
 
Segundo o investigador, “aumentar a sua atividade faz melhorar o controlo do açúcar no sangue, assim como os níveis de lípidos no sangue e as calorias adicionais queimadas com a perda de peso. Porém, até agora ninguém descobriu uma forma aceitável de estimular a sua atividade em humanos”.
 
Para o estudo, a equipa conduziu uma série de ensaios em células estaminais para verificar se a cafeína estimulava a gordura castanha. Após terem encontrado a dose adequada, fizeram o mesmo em humanos. 
 
Em trabalhos anteriores, a equipa tinha observado que a gordura castanha se encontra localizada principalmente na região do pescoço. Através de uma técnica de imagem térmica observaram se a gordura castanha ficava mais quente logo após um voluntário ter tomado uma chávena de café.
 
“Os resultados foram positivos e agora precisamos de descobrir se a cafeína é um dos ingredientes no café que atua como estímulo ou se há outro componente a ajudar a ativação da gordura castanha”, comentou Michael Symonds.
 
“Assim que tivermos confirmado o componente responsável por tal, poderá ser potencialmente usado como regime de gestão de peso ou como parte de um programa de regulação da glicose para ajudar a prevenir a diabetes”, concluiu.

Partilhar esta notícia
Referência
Estudo publicado na “Scientific Reports”

Notícias Relacionadas

Info-Saúde Relacionados