Sente-se com uma 'fome de leão'? Eis os motivosNotícias de Saúde

Quinta, 22 de Outubro de 2015 | 40 Visualizações

Fonte de imagem: singularmedicamentos

Se já teve a sensação que tinha um buraco no estômago e não conseguia parar de comer, conheça os motivos que podem explicar essa fome sem fim.

Mesmo comendo normalmente e o suficiente todos os dias por vezes há um dia em que só nos apetece comer. E na maior parte das vezes isso também afeta as escolhas alimentares, uma vez que só apetece comer coisas pouco saudáveis.

O Daily Mail encontrou oito explicações científicas para este fenómeno da ‘fome de leão’.

Não está a dormir o suficiente. As pessoas que não vão para a cama cedo acabam por consumir até 248 calorias a mais no dia seguinte, de acordo com um estudo publicado na revista Obesity. A privação de sono interfere ainda nas hormonas fazendo com que tenha tendência para ingerir ‘fast food’ e refrigerantes em vez de frutas e vegetais.

Comeu demasiados hidratos ao jantar. Os hidratos de carbono refinados provocam um pico de insulina no sangue, seguido de uma queda drástica, fazendo com que o seu cérebro procure mais glicose, o que faz com que fique com muita fome.

Teve uma noitada com os amigos. Além da ressaca, o álcool em excesso provoca fome no dia seguinte. Isto porque o álcool reduz a produção da hormona que reduz o apetite e ainda faz com que o cérebro procure mais glicose.

Anúncios ‘de salivar’. Investigadores concluíram que olhar para fotografias ou anúncios com comidas apetitosas é suficiente para provocar fome. Aliás, mais do que fome, dão vontade de comer.

Bebeu pouca água. Os sintomas da sede são facilmente confundidos com os da fome, fazendo com que muitas pessoas comam quando, na realidade, o seu corpo precisava de um copo de água.

Sofre do ‘efeito buffet’. Um estudo demonstrou que comemos 10% mais quando temos uma grande variedade de comida à disposição – que costuma acontecer em buffets. Isto porque os nossos olhos ‘subestimam’ as quantidades.

Come muito depressa. Quando acaba uma refeição muito rápido o seu cérebro não tem tempo para ‘saber’ que já está saciado, o que o pode levar a comer em excesso. Os especialistas sugerem que pode demorar té 20 minutos para que estes sinais sejam enviados.

A menstruação está a chegar. Durante a segunda metade do ciclo menstrual o seu corpo começa a preparar-se para a possibilidade de ter de gerar um bebé e para isso estimula as hormonas da fome para que vá criando reservas.

Partilhar esta notícia
Referência