Seios descaídos. As causas e a posição que pode ajudar a prevenirNotícias de Saúde

Domingo, 26 de Fevereiro de 2017 | 1008 Visualizações

Fonte de imagem: Verywell

Dormir de barriga para baixo pode até ajudar a atenuar o efeito descaído do peito, contudo, não existem milagres noturnos.

A flacidez do peito é um dos aspetos que mais assusta as mulheres independentemente da idade. Embora seja algo difícil de evitar, uma vez que está fortemente associado ao envelhecimento, é possível atenuar ou prevenir males maiores, mesmo sabendo-se que os milagres não existem.

“A flacidez do seio é um facto inevitável da vida das mulheres à medida que envelhecem”, uma vez que “o tecido conjuntivo que deixa o ‘peito no lugar’ perde a sua elasticidade ao longo do tempo”, o que faz com que o seio fique mais 'pesado' e, por isso, mais descaído.

A explicação é do médico Seth Rankin que, à edição britânica da revista Cosmopolitan, revela que são vários os possíveis causadores da flacidez mamária. "A gravidez, o aleitamento materno, a genética, o tabagismo, a perda de peso dramática ou até ganho e talvez até mesmo a atividade física de alta intensidade" são alguns exemplos, sendo que este último aspeto pode ter como principal culpado o hábito de treinar sem que se esteja a usar um sutiã desportivo adequado e que permita manter o peito bem firme.

Embora a ciência ainda não tenha conseguido comprovar que o sutiã é realmente capaz de prevenir a flacidez mamária em todas as mulheres, como se lê na revista Prevention (que listou alguns dos mitos mais comuns sobre este tema) a verdade é que são vários os especialistas que continuam a defender a importância do uso de um sutiã adequado, uma vez que os seios devem estar confortáveis e devidamente suportados. Dependendo, claro, de mulher para mulher, a verdade é que o sutiã (quando bem escolhido) ajuda a combater o efeito da gravidade, o que, por si só, já ajuda a prevenir algum tipo de 'queda'.

Contudo, não é pelo simples facto de o sutiã até poder ajudar a prevenir que o peito fique descaído que se deve andar sempre com ele vestido. "No que diz respeito ao tecido mamário em si, o sutiã deixa muitas vezes impressões na pele por estar muito apertado, depois, vesti-lo 24/7 [24 horas por dia por sete dias por semana] não dará à pele uma oportunidade de recuperar", diz.

E usar o sutiã na cama? Bem, quanto a isso, Rankin diz que o melhor é não fazê-lo, até porque em nada previne o peito descaído e esse hábito até pode trazer algumas consequências para a saúde mamária. Contudo, nem tudo são más notícias. Como diz o médico, a flacidez pode ser suavemente atenuada ou prevenida durante a noite e sem que seja necessário usar um sutiã, mas, mais uma vez, há que salientar que os milagres não existem.

Como explica o médico à Cosmopolitan, a flacidez é o resultado da ‘força da gravidade’, ou seja, a atração da massa para baixo, mas se estivermos deitados de barriga para cima (em que o a força da gravidade é exercida contra o próprio corpo) ou de barriga para baixo (com os seios a fazerem pressão no colchão) podemos estar a contribuir para uma melhor prevenção da flacidez, embora os resultados não sejam estonteantes, visto que se passa em média apenas sete a oito horas na cama, como se lê na Cosmopolitan.

prevenção do peito descaído passa, sobretudo, por conseguir manter um peso saudável, pelo uso de um sutiã que deixe o peito confortável, por um estilo de vida saudável e equilibrado e pela aplicação de cremes que possam reafirmar a pele, embora seja importante procurar o aconselhamento junto de um especialista para perceber qual o creme mais adequado a cada caso.

Partilhar esta notícia
Referência
Daniela Costa Teixeira