Sangue de um paciente pode ser a nova arma contra o VIHNotícias de Saúde

Domingo, 20 de Novembro de 2016 | 531 Visualizações

Fonte de imagem: American Chemical Society

Cientistas descobriram que um paciente tem anticorpos capazes de neutralizar todas as estirpes de VIH.

Estudo revela que a chave para desenvolver uma nova droga para combater o VIH pode estar no sangue de um paciente cujo sistema imunitário consegue controlar a infeção.

Com o reporta o The Verge, os cientistas descobriram proteínas no sangue de um paciente que conseguiram impedir que o vírus infetasse as células do sistema imunitário.

Agora os investigadores esperam aproveitar estas proteínas não só para tratar o vírus, como para desenvolver uma vacina.

O VIH é tão perigoso pois ataca exatamente as células que normalmente combatem os vírus, chamadas células T. Estas células protegem o corpo das infeções, e quando as células T de um paciente com VIH caem para níveis muito baixos, diz-se que o paciente progrediu para SIDA e os doentes com SIDA tipicamente morrem devido a infeções secundárias que o corpo, por estar com o sistema imunitário tão fraco, não consegue combater.

E como o corpo deste paciente ‘milagre’, chamado Z258, tem uma imunidade natural ao vírus, no seu sangue pode estar a cura para o VIH.

Partilhar esta notícia
Referência
Vânia Marinho

Notícias Relacionadas