Saiba tudo sobre os perigosos triglicéridosNotícias de Saúde

Terça, 27 de Outubro de 2015 | 1269 Visualizações

Fonte de imagem: alimentos-ricos

Esta gordura está por trás de enfartes e outros problemas de saúde.

Apesar de serem menos conhecidos do que o colesterol, os triglicéridos podem ser mais facilmente controláveis com algumas mudanças no estilo de vida, como comer menos pão ou massa, por exemplo.

O colesterol é muito falado por ser reconhecidamente um fator de risco direto para problemas no sistema circulatório. Os estudos comprovam os medicamentos conseguem baixá-lo, reduzindo em até 40% os problemas cardiovasculares e também a taxa de mortalidade.

Já quanto aos triglicéridos, como reporta a revista Saúde, alguns estudos sugerem que a medicação de controlo não evita óbitos, embora diminua em 13% o risco de enfarte, AVC e afins.

O facto é que, em quantidade elevada, os triglicéridos provocam a produção de radicais livres e processos inflamatórios, dois perigos para os vasos sanguíneos. Estimulam ainda a produção exagerada de VLDL no fígado e de quilomícrons no intestino. " Duas lipoproteínas que contribuem diretamente para o entupimento das artérias", explica Michael Miller, epidemiologista da Universidade de Maryland, nos Estados Unidos.

Miller defende que algumas "mudanças no estilo de vida podem reduzir as taxas em 50% ou mais". Que no caso do colesterol não passaria dos 30%, compara Fernando Flexa Ribeiro Filho, presidente do Departamento de Dislipidemia e Aterosclerose da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia.

Para prevenir os triglicéridos altos, umas das principais medidas é moderar a ingestão de pão branco, de açúcar e de massa.  

Segundo Michael Miller, se trocar 10% das calorias provenientes dos hidratos de pelos hidratos originários de gorduras poli ou monoinsaturadas, diminui de 10 a 20% a quantidade de triglicéridos.

O que os triglicéridos podem provocar:

Pancreatite aguda, uma vez que estes lípidos bloqueiam as passagens do pâncreas;Gordura no fígado, os triglicéridos provocam uma infiltração de gordura no fígado;Diabete tipo 2, os componentes desta gordura prejudicam a ação da insulina; Cancro, um estudo realizado na Universidade Duke, nos Estados Unidos, relacionou os níveis altos de triglicéridos e colesterol com um maior risco de tumores de próstata. 

Partilhar esta notícia
Referência