Rastreio identifica anomalias visuais em jovens e idososNotícias de Saúde

Terça, 10 de Outubro de 2017 | 1 Visualizações

Fonte de imagem: Jornal O Glob

  • 2,5 mil milhões de pessoas têm má visão
  • 80% das anomalias visuais podem ser evitadas e/ou corrigidas

O Dia Mundial da Visão, 12 de outubro, é assinalado em Portugal com acções de rastreio visual a jovens estudantes e idosos, no âmbito de uma parceria que envolve a Santa Casa da Misericórdia, a Sociedade Portuguesa de Oftalmologia e a Essilor.

Os rastreios visuais a cerca de 120 jovens estudantes da Aldeia de Santo Isabel e a 60 idosos da Junta de Freguesia de Santo António. A acção inclui um tour de autocarro de turismo Sight Seeing por Lisboa, que permitirá aos participantes verem a cidade com outros olhos.

O Dia Mundial da Visão é uma data que sensibiliza para a importância da acuidade visual e apela à avaliação periódica e correcção dos desvios da visão. O rastreio visual é uma avaliação qualitativa para a identificação de eventuais anomalias visuais como miopia, astigmatismo, hipermetropia, presbiopia ou outras.

O objetivo deste rastreio da Essilor é a identificação de problemas de visão em segmentos da população mais sensíveis, tendo em vista que é fundamental a deteção precoce para uma compensação eficaz.

As anomalias visuais são um dos problemas de saúde mais comuns e subestimados em todo o mundo. A detecção precoce destas anomalias é essencial, para que crianças, adultos e idosos possam aprender, trabalhar e viver melhor.

A prevenção só é possível através de uma mobilização geral das pessoas e de todos os profissionais intervenientes no processo.

A defesa da visão em Portugal

Os problemas de visão afectam milhares de milhões de pessoas a nível mundial: 4,5 milhares de milhões de indivíduos necessitam de correcção visual e 2,5 milhares de milhões de entre eles não estão corrigidos. No entanto, existem actualmente soluções simples, eficazes e comprovadas para as diversas anomalias visuais.

Em Portugal, também milhares de pessoas necessitam corrigir a visão e um número significativo destas desconhece tal facto ou não controla regularmente o seu estado de saúde ocular.

Os problemas de refracção não corrigidos, ou compensados com lentes de natureza duvidosa, provocam uma perda da qualidade de visão e traduzem-se numa redução de capacidades e produtividade. As anomalias visuais têm um importante impacto não só a nível social, mas também económico, quer nos países desenvolvidos, quer nos em vias de desenvolvimento.

A saúde ocular não depende apenas de factores genéticos e as anomalias visuais de características fisiológicas. Também é necessária a preservação da visão, ao longo da vida, contra efeitos nocivos cumulativos: a prevenção continuada requer cada vez mais soluções ópticas especializadas e personalizadas, de superior qualidade, fruto de tecnologias avançadas e técnicas crescentemente complexas, nos campos da correcção visual, e da defesa ocular contra efeitos nefastos de factores externos circunstanciais e ambientais.

Sobre o Dia Mundial da Visão

O Dia Mundial da Visão é uma iniciativa anual, estabelecida em 1998 pela Organização Mundial da Saúde, para chamar a atenção, a nível internacional, para os problemas da visão.

A necessidade de prevenção e compensação visual com lentes de qualidade certificada, são o garante duma boa qualidade visual, Para Ver Melhor o Mundo.

Partilhar esta notícia
Autor
Banco da Saúde
Referência
Essilor

Notícias Relacionadas