Quase metade das alergias alimentares nos adultos não aparecem na infânciaNotícias de Saúde

Terça, 31 de Outubro de 2017 | 48 Visualizações

Fonte de imagem: アレルギー対策室 SMILE

Um novo estudo apurou que 45% dos adultos que apresentam alergias alimentares relataram que uma ou mais foram desencadeadas na idade adulta.
 
O estudo apresentado no Congresso Científico Anual da Escola Americana para as Alergias, Asma e Imunologia (“American College of Allergy, Asthma and Immunology”, no seu original em inglês), nos EUA, foi conduzido por uma equipa de investigadores liderada por Ruchi Gupta.
 
“As alergias alimentares são frequentemente consideradas como um problema que inicia na infância, sendo que a ideia que 45% dos adultos com alergias alimentares desenvolvem-nas”, disse a investigadora que é membro da Escola Americana para as Alergias, Asma e Imunologia.
 
A equipa descobriu que a incidência de alergias alimentares tem vindo a aumentar tanto nas crianças, como nos adultos, em todos os grupos étnicos nos EUA.
 
Foi verificado que a alergia alimentar mais comum nos adultos é ao marisco, com 3,6% dos norte-americanos alérgicos àquele tipo de alimentos. No entanto foi também observado que a alergia ao marisco aumentou 44% (de 2,5%) desde 2004. 
 
A alergia a frutos de casca rija oriundos de árvores aumentou de 1,8% para 5% desde 2008, o que significa um vertiginoso aumento de 260%.
 
“Devido ao facto de muitos adultos acharem que as alergias alimentares afetam principalmente as crianças, estes poderão não pensar em fazer exames. É importante consultar um alergologista para fazerem exames e para terem um diagnóstico se se estiver a ter uma reação a um alimento e se suspeitar de alergia alimentar”, aconselhou Ruchi Gupta.
 
As pessoas poderão não se aperceber que possuem uma alergia alimentar e pensar que a reação que experienciam é apenas uma intolerância alimentar. Sendo assim, é importante fazerem testes de diagnóstico de alergias.  

Partilhar esta notícia
Referência
Estudo publicado na revista “Annals of Allergy, Asthma & Immunology”