Pregabalina não é eficaz em dor crónica após lesão traumática dos nervosNotícias de Saúde

Segunda, 01 de Outubro de 2018 | 65 Visualizações

Fonte de imagem: Tua Saúde

Um novo estudo revelou que o fármaco pregabalina não é eficaz para aliviar a dor crónica que se pode manifestar na sequência de uma lesão traumática dos nervos.

A pregabalina é usada no tratamento da dor crónica associada a lesões na medula espinhal, fibromialgia, herpes zóster e neuropatia periférica diabética. No entanto, o fármaco é também prescrito para as síndromes de lesões crónicas dos nervos que ocorrem após um acidente com veículo motorizado, lesões no desporto, quedas e intervenções cirúrgicas como mastectomia.

O estudo internacional, liderado por John Markman do Departamento de Neurocirurgia da Universidade de Rochester, EUA, e que teve como intuito identificar medicamentos para tratar a dor que não fossem opiáceos, observou, no entanto, que a pregabalina é eficaz no alívio da dor após uma intervenção cirúrgica.

Para o estudo, conduzido em 101 centros espalhados por quatro continentes, foram recrutados 539 indivíduos que foram divididos de forma aleatória em dois grupos: um grupo recebeu pregabalina e o outro um placebo. Os pacientes foram seguidos durante três meses.

O estudo revelou que a pregabalina não foi eficaz no alívio da dor nos pacientes com lesão traumática dos nervos. No entanto, num subgrupo de participantes, cuja dor nervosa tinha sido atribuída a uma intervenção cirúrgica, o fármaco demonstrou um melhor alívio da dor do que o placebo, três meses após o início do estudo.

“A possibilidade de ter havido alívio na dor para aqueles pacientes que tinham tido uma correção em hérnias, ou cirurgia na mama devido a cancro ou substituição de articulações, lança o trabalho de campo para estudos futuros sobre estas síndromes pós-cirúrgicas em que se verifica tanta necessidade de tratamentos não-opiáceos”, avançou John Markman.

Atualmente, não existe um método de diagnóstico que permita aos médicos identificarem prontamente os pacientes cuja dor irá responder a um determinado tipo de tratamento para a mesma.

Partilhar esta notícia
Referência