Porque é que as dietas 'infalíveis' nunca resultam?Notícias de Saúde

Quarta, 03 de Fevereiro de 2016 | 6 Visualizações

Fonte de imagem: pixabay

A dieta da moda ou a dieta que ajudou um amigo a emagrecer como nunca nem sempre resulta connosco, mas porquê?

São inúmeras as pessoas que por todo o mundo procuram uma fórmula mágica para ficarem mais saudáveis e em forma.

A psicóloga Janet Polivy, da Universidade de Toronto, há muito que estuda os distúrbios alimentares e tem investigado o que chama de “síndrome da falsa esperança”. Como reporta a BBC, geralmente as pessoas que procuram perder peso tendem a ter o pensamento otimista de que uma nova dieta, a nova tentativa ou num novo ano será diferente e aí irão conseguir mudar os seus hábitos.

Mas a investigadora descobriu que as pessoas estabelecem metas pouco realistas, que invariavelmente não conseguirão atingir. Vários jovens estudados por Janet Polivy relataram até terem começado 15 novas dietas por ano e que não só se sentiam otimistas em relação às probabilidades de sucesso como também em relação às diferenças que os quilos perdidos fariam nas suas vidas.

Mas não só os que não conseguiam perder o peso desejado se mostravam infelizes como os que até conseguiram perder peso se mostraram desiludidos por nem com tanto esforço as suas vidas terem melhorando tão substancialmente como esperavam.

Polivy descobriu que o problema deste tipo de descontentamento geralmente reside no facto de se estabeleceram metas irrealistas. Se estabelecer que vai ao ginásio duas vezes por semana e geralmente só consegue ir uma, isso vai fazer com que se sinta frustrado, mesmo sabendo que treinar uma vez é melhor do que o sedentarismo.

Determinar as suas metas depois de uma semana a tentar mudar os seus hábitos de treino e alimentação pode facilitar esta tarefa, na medida em que poderá ajustar as metas ao que tem conseguido fazer. Apostar em aplicações que contam os passos também pode ser uma boa forma de se manter motivado.

Tentar algo novo todos os dias e quebrar rotinas também o poderá ajudar na difícil tarefa de mudar de hábitos e de estilo de vida. Provar um alimento novo ou cozinhar um alimento de que não gosta de uma forma nova pode ajudá-lo a mudar os seus hábitos alimentares e escolher uma atividade física nova a cada 15 dias, por exemplo, também o vai manter motivado no treino.

Aceitar que não existe uma fórmula mágica para perder peso ou ficar em forma, ajustar as metas às nossas capacidades e necessidades, manter um pensamento realista e não ter medo de experimentar coisas novas pode ajuda-lo muito nesta caminhada para uma vida mais saudável.

Partilhar esta notícia
Referência