Poluição atmosférica reduz níveis de colesterol 'bom'Notícias de Saúde

Quinta, 20 de Abril de 2017 | 119 Visualizações

Fonte de imagem: YourArticleLibrary.c

O risco de ataque cardíaco é maior devido aos elevados níveis de poluição atmosférica… e tudo por culpa do impacto que tem no colesterol bom.

A exposição ao carbono negro (um dos poluentes mais associados ao trânsito) está “significativamente” associado a um maior risco de ataque cardíaco e tudo porque a poluição atmosférica é capaz de interferir com os níveis de colesterol bom (HDL), deixando o coração mais vulnerável e à mercê de problemas.

A conclusão é de um recente estudo da Escola de Saúde Pública da Universidade de Washington, nos Estados Unidos, que detetou que a exposição ao PM2.5 pode ainda afetar a saúde de outras formas, não sendo apenas nociva para o coração.

Conhecido como o ‘assassino silencioso’, conta o The Independent, este componente é capaz de provocar mudanças a nível corporal, sendo a mais notória o aumento da pressão sanguínea, algo que, por si só, tira o efeito protetor do colesterol ‘bom’.

Embora o impacto da poluição atmosférica seja penoso tanto para o sexo feminino como para o sexo masculino, o estudo conclui que o efeito nocivo na saúde cardiovascular é mais notório nas mulheres.

O estudo foi publicado no passado dia 13 na revista Arteriosclerosis Thrombosis and Vascular Biology.

Partilhar esta notícia
Referência
Daniela Costa Teixeira

Notícias Relacionadas

Info-Saúde Relacionados