Pistácios são arma secreta contra a diabetes 2Notícias de Saúde

Sexta, 30 de Maio de 2014 | 161 Visualizações

As pessoas pré-diabéticas, que correm o risco de desenvolver diabetes tipo 2, podem evitar a doença através do consumo de 57 gramas de pistácios por dia, revela um novo estudo.

A investigação, realizada por investigadores da Universidade Rovira i Virgili, em Espanha, verificou que os pistácios podem ajudar a prevenir diabetes em indivíduos em risco de desenvolver a doença.

Para chegar a esta conclusão, a equipa testou um grupo de 54 pessoas diagnosticadas como sendo pré-diabéticas. Durante oito meses, os participantes consumiram uma média de 57 (cerca de 60 nozes) gramas de pistácios por dia.

Embora não se tenham verificado alterações ao nível do peso, os testes sanguíneos revelaram que os níveis de glucose e de insulina no sangue, bem como o colesterol “mau” (ou seja, o LDL), tinham descido de forma significativa. Estes são os indicadores que interessa reduzir quando se pretende prevenir a diabetes tipo 2.

Uma das autoras do estudo, Mònica Bulló, apresentou os resultados no Congresso Europeu de Obesidade, que está a decorrer na Bulgária, afirmando que os pistácios são nozes particularmente ricas em nutrientes benéficos para o organismo -como gorduras insaturadas, fibras, antioxidantes e carotenoides - que combinados fazem com que o corpo processe o açúcar de forma mais eficaz. 

A diabetes tipo 2 é uma doença crónica que se caracteriza pelo aumento dos níveis de açúcar (glucose) no sangue. A idade média de diagnóstico ronda os 60 anos, mas há cada vez mais casos a partir dos 30 anos. Atualmente, em Portugal, calcula-se que existam entre 400 a 500 mil pessoas com diabetes, segundo a Associação Protetora dos Diabéticos de Portugal (APDP).

Partilhar esta notícia
Autor
Boas Notícias
Referência
Congresso Europeu de Obesidade

Notícias Relacionadas