Perda de cabelo? Estes são os 14 motivos mais comunsNotícias de Saúde

Terça, 19 de Julho de 2016 | 653 Visualizações

Fonte de imagem: revistacincoestrelas

A perda de cabelo é a consequência de um vasto leque de problemas de saúde, mas pode também ser um eficaz espelho das más noites de sono e do stress.

Ter uns fios na escova, outros espalhados pela almofada e mais uns quantos no fundo da banheira até pode ser uma situação recorrente… mas jamais desvalorizada.

A perda de cabelo é uma das consequências mais comuns de um vasto leque de doenças e problemas de saúde, podendo ainda ser um espelho dos cuidados desadequados que se têm na hora de tratar dos fios.

Depois de falar com o especialista de beleza Paul Cucinello, diretor criativo no Chris Chase Salon em Nova Iorque (EUA), o site Pure Wow listou os 14 principais motivos para a perda de cabelo:

1 – Stress. “Quando estamos stressados, ocorrem inflamações que fazem com que o folículo piloso passe da fase de crescimento para a fase de repouso”, ou seja, dá-se uma maior ocorrência de queda de fios.

2 – Alopecia areata. Esta é uma doença auto-imune que leva à perda de cabelo por consequência do enfraquecimento do sistema imunitário.

3 – Hormonas. Uma maior produção de dihidrotestosterona (DHT – hormona sexual) pode fazer com que o cabelo fique mais fino, mas também com que surjam pelos em zonas menos desejáveis, como o queixo, diz o especialista.

4 – Genética. Quando está ‘escrito’ nos genes, é muito complicado dar a volta à queda de cabelo, podendo-se apenas atenuar ou retardar os efeitos desta herança genética (uma das mais temidas pelos jovens).

5 – Envelhecimento. “À medida que envelhecemos, o cabelo torna-se menos denso e o couro cabeludo pode ficar visível, até porque a taxa de crescimento de fios também diminui”.

6 - Doença Celíaca. Muitas pessoas associam apenas o inchaço e o desconforto abdominal com esta doença, mas a perda de cabelo é também um dos sinais de alerta.

7 – Subnutrição. Uma dieta pobre em nutrientes (leia-se, baixa em calorias) e escassa em proteína pode impulsionar a perda de cabelos.

8 – Alterações sazonais. Existem também fatores externos a ter em conta na hora de avaliar as possíveis causas da perda de cabelo e a mudança de estação é um dos culpados pelo aumento de queda de fios.

9 – Queimaduras químicas. Os maus cuidados diários são também um aspeto a que se deve apontar o dedo, especialmente quando o cabelo está constantemente a ser alvo de calor por secadores ou pranchas.

10 – Tintas. O uso recorrente de tintas e madeixas também pode danificar o cabelo ao ponto de o deixar mais fraco e propenso a cair.

11 – Uso do champô errado. Há champôs caros e champôs baratos, há uns para cabelos lisos, outros para cabelos encaracolados, pintados, etc. Cada pessoa deve escolher o produto mais indicado para o seu tipo de cabelo, sob a pena de ficar com os folículos pilosos entupidos, diz o especialista.

12 – Foliculite. Esta inflamação pode destruir os folículos pilosos, impedindo a produção de de novos fios.

13 – Medicamentos. Alguns fármacos (como aqueles que são usados para depressões) podem interferir com a boa saúde do cabelo, fazendo-o cair mais depressa.

14 – Tricotilomania. Trata-se de um distúrbio obsessivo compulsivo que faz com que as pessoas puxem alguns fios de cabelo ou outros pelos no corpo.

Partilhar esta notícia
Referência
Daniela Costa Teixeira