Paternidade tardia pode significar doenças mentais dos filhosNotícias de Saúde

Domingo, 02 de Março de 2014 | 107 Visualizações

Um estudo, agora conhecido, diz que quanto mais velhos forem os pais maior será o risco de problemas como autismo, TDAH e esquizofrenia nos filhos.

Segundo a Veja, o estudo envolve todos os que nasceram na Suécia entre 1973 e 2001 (o que significa 2 615 081 pessoais) e conclui «que a paternidade tardia pode aumentar o risco do filho apresentar problemas como autismo, transtorno de défice de atenção e hiperatividade (TDAH), esquizofrenia e transtorno bipolar».

O estudo, publicado na revista Jama Psychiatry, partiu da Universidade de Indiana, nos Estados Unidos, e do Instituto Karolinska, na Suécia.

A Veja lembra também que em 2012 a revista Nature já tinha concluído que «quanto maior a idade de um homem que é pai, mais elevadas são as chances de transmitir aos filhos mutações genéticas que podem desencadear doenças como o autismo e a esquizofrenia».

Partilhar esta notícia
Autor
estudo, publicado na revista Jama Psychiatry /Tsf
Referência
Universidade de Indiana, nos Estados Unidos, e do Instituto Karolinska, na Suécia

Notícias Relacionadas

Info-Saúde Relacionados