Osteoartrite: pequena alteração na dieta alivia sintomasNotícias de Saúde

Sábado, 12 de Maio de 2018 | 20 Visualizações

Fonte de imagem: Medical News Today

Um novo estudo demonstrou que a suplementação da dieta de pacientes com osteoartrite com um grama de óleo de peixe pode ajudar a aliviar as dores.  
 
A osteoartrite é o tipo de artrite mais prevalente globalmente, afetando 18% das mulheres e 9% dos homens com 60 anos e mais de idade, sendo que na realidade estas percentagens poderão ser bem mais elevadas. Não existe um tratamento eficaz para a doença e apenas se pode tratar os sintomas com analgésicos.
 
No que foi o maior estudo até à data dentro desta temática, uma equipa de investigadores da Universidade de Surrey, Inglaterra, propôs-se estudar a associação entre a alimentação e uma autogestão eficaz da osteoartrite, tendo para o efeito analisado 68 estudos anteriores.
 
A equipa descobriu que a suplementação com uma dose baixa de óleo de peixe (o equivalente a uma cápsula e meia) poderia fazer reduzir a dor nos pacientes com osteoartrite e melhorar ainda a saúde cardiovascular dos mesmos. Os ácidos gordos essenciais presentes no óleo de peixe ajudam a reduzir a inflamação nas articulações, conduzindo a um alívio na dor.
 
Foi ainda observado que os pacientes com excesso de peso ou obesos poderiam aliviar os sintomas da osteoartrite com a perda de peso e a prática de exercício físico orientado para melhorar a mobilidade. Os investigadores explicaram que o excesso de peso exerce esforço suplementar sobre as articulações e causa inflamação sistémica, agravando o problema.
 
A adoção de um estilo de vida mais saudável, disseram ainda, pode ajudar a reduzir os níveis de colesterol no sangue, sendo que níveis elevados estão associados à osteoartrite.
 
Os investigadores apuraram ainda que o aumento do consumo da vitamina K, presente em alimentos como espinafre e salsa, pode ser benéfico, já que esta vitamina é necessária para assegurar o crescimento e reparação dos ossos.
 
“A combinação de uma boa alimentação e de exercício regular são necessários para manter as articulações saudáveis; não se pode ter articulações saudáveis apenas com um, precisamos de ambos”, concluiu Ali Mobasheri, investigador neste estudo.

Partilhar esta notícia
Referência
Estudo publicado na “Rheumatology”

Info-Saúde Relacionados