Os hábitos diários que mais afetam a saúde intestinalNotícias de Saúde

Sexta, 14 de Abril de 2017 | 653 Visualizações

Fonte de imagem: BBC

Um dos temas que a ciência mais tem estudado nos últimos tempos é a saúde intestinal. E nunca é demais falar sobre o assunto.

Quando a ciência decide estudar a saúde e traçar tudo o que a pode beneficiar ou danificar, há um denominador mais do que comum nas recentes investigações: os intestinos.

A saúde intestinal é, segundo os mais novos dados científicos, o pilar da saúde geral e cuidar dos intestinos deve ser uma das principais preocupações das pessoas, tão ou mais importante do que a prática de exercício físico e exclusão do stress na promoção da qualidade de vida e longevidade.

Para o bem ou para o mal, a alimentação tem um papel determinante na saúde intestinal, contudo, existem outros fatores que a podem deixar mais reforçada ou mais enfraquecida.

No que diz respeito a tudo o que afeta negativamente a saúde intestinal, o site Food Matters lista os sete maiores ‘pecados’ e como não poderia deixar de ser a má alimentação é um deles. Por má alimentação entende-se toda e qualquer dieta que possa pecar por defeito ou por excesso, mas também toda e qualquer dieta que seja feita à base de alimentos processados e industrializados, que favoreça a ingestão de alimentos açucarados, repletos de gorduras saturadas e trans e ainda que inclua a ingestão regular de refrigerantes.

Ainda no que diz respeito à alimentação, a exclusão de alimentos fermentados pode também causar danos no microbioma. Também prejudicial à saúde ‘interna’ é a ingestão de álcool, especialmente quando feita de forma regular e até mesmo exagerada. Este tipo de bebidas aumenta a produção dos marcadores inflamatórios e, por isso, deixa os intestinos à mercê de qualquer tipo de agente externo.

obsessão com a limpeza pode também tirar saúde aos intestinos e, por consequência, à saúde geral e tudo por culpa do uso recorrente de anti-bacterianos e produtos de limpeza intensos .

toma frequente de medicamentos e/ou antibióticos pode igualmente contribuir para a má saúde intestinal, tal como a toma diária da pílula, que muitas vezes interfere com os níveis de vitamina B12, uma das mais determinantes para a boa saúde dos intestinos.

Como não poderia deixar de ser, a publicação inclui ainda o stress na lista dos hábitos que mais afetam negativamente a saúde intestinal. A incapacidade de relaxar não tem apenas um impacto negativo na saúde mental, afeta todo o sistema imunitário, causando o mais variado tipo de pressão nos órgãos.

Partilhar esta notícia
Referência

Notícias Relacionadas