Oito sintomas de gravidez que geralmente são desvalorizadosNotícias de Saúde

Quarta, 16 de Dezembro de 2015 | 281 Visualizações

Fonte de imagem: dicamodafeminina

Ginecologista lista as mudanças corporais que ocorrem no início da gestação e que geralmente as pessoas não associam à gravidez.

Toda a gente conhece os sintomas clássicos da gravidez: menstruação atrasada, enjoos (especialmente pela manhã), desejos ou aversões alimentares repentinas, etc.

Mas há mais sinais de gravidez que geralmente são desvalorizados. O ginecologista e obstetra Domingos Mantelli listou oito mudanças corporais que ocorrem no início da gestação e que geralmente não são associados a esta condição.

Sangramento vaginal. É geralmente um motivo de alívio para quem suspeita de uma gravidez indesejada, mas, segundo explica o médico, até ao início da segunda semana depois de uma relação desprotegida pode haver um sangramento vaginal mínimo, que dura um dia.

Dor e sensibilidade nos seios. O peito aumenta e fica mais dorido devido à maior irrigação de sangue nesta região. Os mamilos tendem a escurecer.

Sangramento nas gengivas. O Dr. Domingos revela que as hormonas durante a gravidez podem fazer com que as gengivas inflamem e inchem. O sangramento ocorre principalmente ao escovar os dentes e ao passar fio dental.

Insónia. De acordo com o especialista, a partir do terceiro trimestre da gestação, é comum que as mulheres tenham mais dificuldades para dormir, especialmente as mulheres com mais ansiedade ou stress.

Muita vontade de urinar. Este sintoma é muito frequente no primeiro trimestre da gravidez devido às mudanças hormonais que se dão no corpo da mulher.

Vontade de chorar. As mudanças de humor que ocorrem durante a gravidez são muitas vezes confundidas com as que ocorrem em muitas mulheres antes do período menstrual.

Prisão de ventre. O aumento dos níveis de progesterona e a compressão do intestino pelo útero dilatado causam prisão de ventre na maioria das grávidas, diz o médico. Além disso, dá-se o aumento da produção de gases, devido ao relaxamento dos músculos, que contribui para o sintoma.

Alterações na visão. É comum que as grávidas fiquem com os olhos secos e as pálpebras inchadas. Podem ainda desenvolver maior sensibilidade à luz, ou dificuldade em usar lentes de contacto. Segundo o Dr. Domingos, os sintomas geralmente desaparecem no final da gestação.

Partilhar esta notícia
Referência

Notícias Relacionadas