O stress está a afetá-lo?Notícias de Saúde

Sexta, 18 de Dezembro de 2015 | 10 Visualizações

Fonte de imagem: upmcmyhealthmatters

Se se sente stressado, então sabe o quanto o afeta no seu dia a dia. Mas alguma vez pensou – o que é o stress?

O stress foi fundamental para evoluirmos e sobrevivermos. A necessidade de adrenalina que acompanha o stress levou-nos a tomar as ações necessárias na altura certa. Infelizmente, no mundo moderno, encontramo-nos diversas vezes em situações stressantes – e a quantidade de stress inerente vai para além daquilo que os nossos corpos e mentes conseguem suportar.

Tipos de stress: stress positivo vs stress negativo

O stress benéfico, o que faz com que avalie as situações e tome medidas, denomina-se de stress positivo.

stress negativo, por outro lado, é o tipo de stress que não leva a lado nenhum para além da raiva ou irritação, que geram reações pouco saudáveis.

O stress pode ser constante (stress crónico), ou ocasional, aparecendo apenas em situações de pico. Dificuldades no trabalho, problemas financeiros, ou o final de uma relação são várias situações stressantes que podem fazer parte do dia a dia.

Isto signfica que não se vai livrar do stress diário a não ser que altere as coisas. As boas notícias, embora seja difícil, é que a alteração e redução do stress depende das suas ações, por isso, poderá conseguir alterar a situação em que se encontra.

Pode arranjar um novo emprego, pode obter apoio para projetos ou procurar aconselhamento para as suas relações.

Eventos como falar em público ou escapar a um acidente de carro são situações que o levam a uma ação imediata mas que também acabam nessa mesma altura. Atinge os níveis de stress, responde aos mesmos e depois acaba. A repetição destes picos, no entanto, podem ser prejudiciais à sua saúde.

Dores de cabeça e peito, perda de sono, aumento da pressão sanguínea e problemas gastrointestinais são algumas manifestações de stress que, em alguns casos, pode causar úlceras, doenças de coração e enfartes.

O stress acumulado reduz a capacidade de pensar e faz com que os músculos estejam em constante tensão e contração.

Veja algumas soluções imediatas e algumas de longo prazo para diminuir o problema.

• Pratique meditação

Relaxar reduz a hipertensão e ansiedade, promovendo a forma como o metabolismo e sistema imunitário funcionam. Ao meditar e aprender como se relaxa vai melhorar o seu humor e concentração, reduzindo a fadiga e reforçando a mente para lidar com uma próxima situação stressante, mas de uma forma mais eficaz.

Quando começa a meditar vai descobrir que será menos impactado por situações stressantes, com uma forte capacidade de se focar e concentrar nas tarefas que tem em mão.

• Faça exercício físico

A atividade física liberta a tensão e promove a libertação de endorfinas – os químicos naturais para se sentir bem. Através de exercício regular, o seu corpo tem menor capacidade de gastar energia em estar stressado, aliviando assim a sua ansiedade.

• Antigravity & Massagens

O AntiGravity é um excelente exercício para descomprimir e reduzir a tensão muscular ao mesmo tempo, reforça e dá resistência ao seu core. Para melhores resultados nas contrações das costas e músculos, utilize uma toalha quente para promover o relaxamento e reduzir os nós de tensão.
Todos os aparelhos de massagem, sejam bolas de ténis ou massajadores de couro cabeludo, podem também ser objetos utéis para se sentir mais leve e mais calmo.

• Escolha a felicidade

Rir não é só divertido, como baixa a hormona do stress, cortisol. Dar uma boa gargalhada liberta a dor e ajuda o seu sistema imunitário a funcionar melhor, relaxa os músculos e dá-lhe uma sensação de satisfação pessoal.
Então como podemos atingir a felicidade? Comece por olhar para as coisas boas que tem na sua vida e valorize-as. Ao fazer isto está a estimular o sentido de gratidão: não só o faz sentir bem em relação à sua vida mas também aumenta as hipóteses de combater o stress de forma eficiente.

Partilhar esta notícia
Referência
SapoLifeStyle

Notícias Relacionadas