O que realmente são os perigosos 50 gramas de carne processadaNotícias de Saúde

Quinta, 29 de Outubro de 2015 | 219 Visualizações

Fonte de imagem: reporter10

É o assunto do momento e são cada vez mais as informações relativas ao recente alerta da Organização Mundial da Saúde, que declarou a carne processada como cancerígena.

O recente estudo divulgado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) alerta que apenas 50 gramas de carne processada conseguem aumentar o risco de cancro em 18%.

Por carne processada, entenda-se toda a que foi industrialmente modificada, como as salsichas, o presunto, o bacon, o chourição, o salpicão, o fiambre, as almondegas, os hambúrgueres, etc.

Para deixar o alerta da OMS mais claro, Tim Key, professor do Cancer Research UK, decidiu fotografar o verdadeiro aspeto dos 50 gramas em causa, mostrando que é preciso muito pouco para ultrapassar essa quantidade.

Assim sendo, diz o docente, 50 gramas de carne processada são: 1,7 almondegas, duas fatias de fiambre fumado, 10 fatias de chourição, 1,5 fatias de presunto e meia salsicha alemã.

À exceção do chourição, é possível ver como é fácil ultrapassar a quantidade de risco. Contudo, o médico salienta que não é necessário as pessoas alarmarem-se.

Embora a carne processada esteja no Grupo 1 dos agentes cancerígenos, é possível reverter os seus malefícios com uma alimentação variada e equilibrada, e que conte com uma redução deste tipo de produtos e ainda da carne vermelha. 

Partilhar esta notícia
Referência

Notícias Relacionadas