O que as futuras mães mais temem em relação ao partoNotícias de Saúde

Sábado, 14 de Maio de 2016 | 107 Visualizações

Fonte de imagem: ojornaldoestado

E a dor não está no topo desta lista.

A maternidade é um momento feliz mas traz também muitas dúvidas, inseguranças e medos.

E geralmente nem é a dor do parto que mais assusta as mães, foi o que constatou o Mirror, que listou os nove maiores receios das futuras mães em relação ao parto. Confirme:

1. Episiotomia. Também conhecido como um corte cirúrgico para o períneo (área muscular entre a vagina e o ânus), que é feito em caso de emergência para acelerar o parto.

2. Mudanças na vida sexual. Devido aos efeitos do rasgo vaginal ou da episiotomia, muitas mulheres, compreensivelmente, veem as suas vidas sexuais a mudar.

3. Dar à luz um nado morto. Quando o feto more 24 semanas ou mais durante a gravidez mas antes do parto.

4. Urinar ou defacar acidentalmente durante o parto. Apesar de isto poder parecer uma grande vergonha, os medicos explicam que é algo absolutamente normal quando se está a puxar o bebé.

5. Ter de fazer cesariana. Seja por receio da anestesia, mas também pela recuperação mais demorada, a cesariana é muitas vezes o ‘bicho papão’ para as mães que querem ter um parto natural.

6. Mecónio. É uma substância verde escura pegajosa que fica no intestino do bebé.

7. Cordão umbilical à volta do pescoço do bebé. Grande parte dos bebés nasce com o cordão umbilical à volta de alguma parte do corpo, mas no pescoço se estiver apertado pode afligir o bebé.

8. Dar à luz permaturamente. Quando o parto acontece antes das 37 semanas o bebé terá mais riscos de não sobreviver, o que deixa as futuras mães em stress. Ainda assim a taxa de sobrevivência está entre os 53 e os 80%.

9. A dor. Algo que a priori todas as futuras mães sabem que iriam sentir, mas que depende muito da forma como cada uma lida com a dor e com o próprio parto.

Partilhar esta notícia
Referência
POR VÂNIA MARINHO

Notícias Relacionadas