Nozes poderão beneficiar a qualidade do espermaNotícias de Saúde

Domingo, 05 de Março de 2017 | 128 Visualizações

Fonte de imagem: Organic Consumers Association

Um novo estudo sugere que o consumo de uma dieta enriquecida com nozes pode fazer melhorar a qualidade do esperma.
 
O estudo, conduzido por uma equipa de investigadores liderada por Patricia A. Martin-DeLeon, da Universidade de Delaware, atestou melhorias significativas na motilidade (mobilidade) e morfologia dos espermatozoides em ratinhos, que são os marcadores de qualidade do esperma e indicadores da fertilidade masculina.
 
Para o estudo, os investigadores incluíram 19,6% de calorias em nozes (o equivalente a 70 gramas) na dieta de um grupo de ratinhos. As melhorias na qualidade do esperma foram muito visíveis, em comparação com o grupo de controlo que não tinha consumido nozes.
 
Foi verificado que as nozes promovem a redução da peroxidação lipídica, que é um processo que pode danificar as células do esperma. Esta forma de danificação das células danifica as membranas do esperma, que são predominantemente constituídas por ácidos gordos polinsaturados (PUFA). 
 
As nozes são o único fruto seco da casca rija que são maioritariamente constituídas por PUFA, com 66 gramas por cada 100 gramas da gordura total do produto.
 
“É fascinante o facto de termos descoberto que o consumo de nozes pode realmente ajudar a melhorar a qualidade do esperma, provavelmente através da redução da peroxidação lipídica nas células dos espermatozoides”, adiantou a autora principal deste estudo.
 
“São necessários mais estudos para perceber quais são os nutrientes específicos nas nozes que poderão contribuir para esta melhoria, mas os achados sugerem que as nozes poderão ser benéficas para a saúde dos espermatozoides”, rematou.
 
Como o ensaio clínico foi realizado em animais não existe uma correlação direta com os processos que ocorrem no corpo humano. No entanto, estes achados dão mais consistência a estudos anteriores que sugeriam que as nozes proporcionam nutrientes chave que poderão ser essenciais para a função dos espermatozoides.
 
Um desses estudos envolveu um ensaio clínico de controlo aleatório que demonstrou aumentar a vitalidade, motilidade e morfologia nos espermatozoides em homens que consumiam 75 gramas diários de nozes, em comparação com homens que não consumiam nozes.

Partilhar esta notícia
Referência
Estudo publicado na revista “Heliyon”

Info-Saúde Relacionados