Novo fármaco reduziu enxaquecas não tratáveis em metadeNotícias de Saúde

Segunda, 23 de Abril de 2018 | 15 Visualizações

Fonte de imagem: Protocolo Foreign

Uma equipa de investigadores desenvolveu um novo fármaco que se revelou muito promissor no alívio de enxaquecas muito difíceis de tratar.
 
O novo fármaco que é conhecido como erenumab foi desenvolvido por uma equipa liderada por Uwe Reuter, afiliado ao Hospital Universitário Charité da Faculdade de Medicina de Berlin, Alemanha e reduziu enxaquecas em 50% num terço de indivíduos que tinham experimentado quatro tratamentos anteriores sem sucesso. 
 
Para o estudo, os investigadores recrutaram 246 indivíduos com enxaqueca episódica, que relatavam ter, em média, nove episódios por mês no início do estudo.
 
Adicionalmente, 39% dos participantes tinham experimentado dois fármacos para a enxaqueca anteriormente, 28% tinham experimentado três fármacos e 23% tinham recebido quatro fármacos, todos sem sucesso.
 
Os investigadores dividiram os participantes em dois grupos: um grupo recebeu injeções de 140 miligramas do novo fármaco e o outro recebeu um placebo.
 
Três meses após o início do tratamento, foi verificado que 30% dos participantes no grupo de intervenção tinham tido uma redução de 50% no número mensal de episódios de enxaqueca, enquanto no grupo do placebo apenas 14% tinha tido uma redução de metade nos episódios.
 
Por outras palavras, os participantes que receberam o tratamento apresentaram uma possibilidade três vezes maior de terem reduzidos os episódios de enxaqueca para metade. Mais, o fármaco erenumab não demonstrou efeitos secundários.
 
“Os nossos resultados demonstram que as pessoas que pensavam que as suas enxaquecas eram difíceis de prevenir podem na verdade ter esperança de encontrar alívio para a dor”, comentou Uwe Reuter. O investigador acrescentou que são necessários mais estudos para identificar os pacientes que mais poderão beneficiar com o novo fármaco.

Partilhar esta notícia
Referência
Estudo apresentado no Congresso da Academia Americana de Neurologia

Notícias Relacionadas