Nova tecnologia pode ajudar pessoas com paralisia a recuperar a falaNotícias de Saúde

Terça, 02 de Outubro de 2018 | 45 Visualizações

Fonte de imagem: KXXV

Tal como já acontece com alguns movimentos corporais, uma interface computorizada poderia colocar ajudar pessoas com paralisia a falar.

Um estudo recente, conduzido pela Northwestern University, em Evanston, nos EUA, descobriu que o cérebro gera sons de fala da mesma forma que controla os movimentos de mãos e braços. Com este anúncio, parece aproximar-se o dia em que pessoas que sofrem de paralisia possam voltar a falar – através de um interface que faça a ligação entre o computador e o cérebro.

Segundo a equipa de investigadores, a tecnologia iria permitir a recuperação da fala apenas com base na tentativa de cérebro “dizer palavras”, ou seja, o paciente pensa no que pretende dizer e o sistema (interface) descodifica a informação e faz com que os músculos dos lábios, língua, palato e caixa de voz produzam as palavras.

O estudo sugere um modelo de produção de fala que é dividido em duas partes: formulação de fonemas e “gestos articulatórios”. A primeira parte refere-se ao processo de decompor frases, palavras e sílabas em sons individuais ou fonemas. A segunda parte trata-se da operacionalização do processo, isto é, o controlo dos músculos do aparelho vocal.

Os autores do estudo, liderado pelo Dr. Marc W. Slutzky, professor associado de neurologia e fisiologia, garantem que este sistema será mais intuitivo do que aquele que era usado por Stephen Hawking, o conhecido físico britânico que sofria de Esclerose Lateral Amiotrófica e que usava uma interface computorizada para poder comunicar.

Partilhar esta notícia
Referência

Info-Saúde Relacionados