Nova combinação prolonga vida a pessoas com cancro no pâncreasNotícias de Saúde

Domingo, 05 de Junho de 2016 | 40 Visualizações

Fonte de imagem: ablynx

A combinação de duas drogas de quimioterapia permitiu aos doentes sobreviver cinco anos.

Ciência pode agora dar uma pequena esperança às pessoas que sofrem com um dos cancros mais mortais, bem como às suas famílias.

Os investigadores da Universidade de Liverpool descobriram que a administração de uma combinação de duas drogas de quimioterapia era muito mais eficaz do que apenas uma.

Cerca de 29% dos pacientes a quem foi dada a combinação das duas drogas (gemcitabine e capecitabine) sobreviveram cinco anos, comparativamente com 15% dos pacientes tratados com apenas uma droga (gemcitabine).

Os cientistas chegaram a estas conclusões depois de estudar 732 pacientes que haviam passado por uma cirurgia seguida de tratamento de quimioterapia em hospitais do Reino Unido, Alemanha, Suécia e França.

Como reporta o Daily Mail, os resultados deste estudo foram apresentados na conferência da American Society for Clinical Oncology

Partilhar esta notícia
Referência
POR VÂNIA MARINHO

Notícias Relacionadas

Info-Saúde Relacionados