Não é apenas a obesidade, a magreza também aumenta o risco de depressãoNotícias de Saúde

Quinta, 20 de Abril de 2017 | 160 Visualizações

Fonte de imagem: Barren to Beautiful

Nos últimos anos, têm sido publicados vários estudos que apontam a obesidade como uma causa da depressão em todo o mundo, contudo, a ciência diz que este é também um problema das pessoas magras.

A depressão é um distúrbio mental de causa multi-fatorial, contudo, tem sido a obesidade um dos principais desencadeadores desta doença cada vez mais comum, intensa e fatal.

São vários os estudos que apontam o excesso de peso – e todo o impacto que isso traz para a auto-estima e vida social – como uma das causas de depressão, porém, o peso a menos também pode, na verdade, contribuir para esta doença, que cada vez afeta mais pessoa, independentemente da idade, classe social e género.

Diz um recente estudo da Seoul National University, publicado na revista British Journal of Psychiatry, que a magreza aumenta o risco de depressão tanto nos homens como nas mulheres, sendo esta a primeira evidência científica de uma relação até agora desconhecida.

Para o estudo, conta o The Telegraph, os investigadores analisaram dados de 183 investigações contudo, embora tenham encontrado uma ligação clara entre a magreza e a depressão, não foram, ainda, capazes de perceber qual dos fatores é a causa e qual é a consequência, lê-se no The Mirror, que destaca que essa não é já uma dúvida no caso da obesidade, sendo claras as evidências científicas que apontam o excesso de peso como causa da depressão.

Partilhar esta notícia
Referência
Daniela Costa Teixeira

Notícias Relacionadas

Info-Saúde Relacionados