Mulheres com ovários poliquísticos propensas a ter filhos autistasNotícias de Saúde

Quinta, 10 de Dezembro de 2015 | 506 Visualizações

Fonte de imagem: blognatureba

Estudo revela que as mulheres que sofrem de síndrome dos ovários poliquísticos têm 59% mais probabilidade de dar à luz um filho com autismo do que as mulheres que não sofrem desta condição.

Um estudo publicado na revista científica Molecular Psychiatry revela que as mulheres que sofrem de ovários poliquísticos são mais propensas a ter um filho autista.

A síndrome dos ovários poliquísticos é um problema hormonal que afeta uma em cada dez mulheres e que é uma das principais causas de infertilidade. Esta condição, provocada por quistos nos ovários, é marcada por níveis anormalmente altos da hormona masculina androgénio, que pode provocar acne, crescimento excessivo do cabelo, aumento de peso e problemas de ovulação.

De acordo com os investigadores do Karolinska Institutet, em Estocolmo é a ‘super produção’ desta hormona que pode afetar o desenvolvimento do cérebro do feto e o sistema nervoso.

Como revela Kyriaki Kosidou, principal investigador, ao Huffington Post, as mulheres que sofrem desta síndrome e que têm excesso de peso têm ainda mais probabilidades de dar à luz uma criança com autismo.

Partilhar esta notícia
Referência

Notícias Relacionadas