Mulheres com animais de estimação correm menos risco de AVCNotícias de Saúde

Domingo, 26 de Junho de 2016 | 140 Visualizações

Fonte de imagem: estadozen

Estudo realizado nos Estados Unidos vem indicar mais um benefício associado a ter um amigo de quatro patas.

As mulheres que têm animais de estimação correm um menor risco de morrer por causas cardiovasculares, como um acidente vascular cerebral (AVC). Esta é a conclusão de um estudo da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de Georgia Southern, nos Estados Unidos.

Conta a Reuters que as mulheres com mais de 50 anos saudáveis são as que mais beneficiam da companhia de um cão ou gato, sendo que este último animal está relacionado a um risco ainda menor.

A conclusão surgiu depois de terem sido analisados quatro mil adultos com 50 anos, mas sem qualquer doença particularmente grave conhecida e que participaram no National Health and Nutrition Examination Survey (NHANES) entre 1988 e 1994. Os participantes tiveram também que revelar pormenores sobre o seu estilo de vida, alimentação e atividade física.

Depois de cruzarem todos os dados, os cientistas norte-americanos concluíram que 35% das pessoas tinham um animal de estimação, com maior preferência para cães, mas foram as pessoas que não tinham um amigo de quatro patas as que mais faleceram por problemas cardiovasculares.

Conta a Reuters que embora se tenha verificado que tantos os homens com animal de estimação como os homens que não tinham este compincha apresentavam uma taxa de morte idêntica, no caso das mulheres, a presença de um animal de estimação fez cair a probabilidade de morrer à boleia de um AVC em 40%.

De acordo com os investigadores, o risco de morte foi ainda menos no caso de donas de gato, não pelos efeitos benéficos do animal em si na saúde dos humanos, mas sim pela personalidade comum entre os donos de gatos, que, segundo o estudo, tendem a ter maiores cuidados com o coração

Partilhar esta notícia
Referência
POR DANIELA COSTA TEIXEIRA

Notícias Relacionadas

Info-Saúde Relacionados