Medalha de Ouro para a Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra (FMUC)Notícias de Saúde

Sexta, 19 de Junho de 2015 | 169 Visualizações

Fonte de imagem: FMUC - Fotografia retirada: commons.wikimedia.org

Hoje, dia 19 de Junho,  o Ministro da Saúde, Paulo Macedo, atribuiu a Medalha de Ouro do Ministério da Saúde à Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra (FMUC).

A cerimónia teve lugar no Centro de Congressos do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC), durante a sessão de abertura das XXV Jornadas Internacionais de Oftalmologia de Coimbra.

A FMUC é a primeira Faculdade do país a receber tal distinção. Enquanto Escola Médica de Coimbra, «tem sido responsável pela formação de milhares de médicos, muitos deles reconhecidos em todo o Mundo, que dignificaram, e continuam a dignificar, a Medicina Portuguesa e Portugal», afirma a Direção da Faculdade.

A FMUC distingue-se igualmente na área da investigação, através de centros e institutos multidisciplinares de investigação, como o IBILI – Instituto Biomédico de Investigação da Luz e Imagem, o CIMAGO – Centro de Investigação em Meio-Ambiente, Genética e Oncobiologia ou IME – Instituto Multidisciplinar do Envelhecimento.

Desenvolve, atualmente, alguns projetos pioneiros em áreas tão diversas como neurociências, visão, cardiovascular ou ambiente e genética; angariou uma verba de 2,4 milhões de euros da Comissão Europeia (ERA@UC) para investigar, durante cinco anos, uma área do envelhecimento humano; é candidata a um financiamento europeu (mais de 20 milhões euros) de um projeto de ação Teaming do programa Horizonte 2020; é sócia fundadora e promotora do consórcio Ageing@Coimbra, em que a região adquiriu a atribuição do estatuto de Região Europeia de Referência de Envelhecimento Ativo e Saudável, bem como é parceira da KIC (Knowledge and Innovation Communities) vencedora a nível europeu, estando inserida no EIT Health.

No âmbito da cooperação internacional com os países africanos de língua oficial portuguesa (PALOP), a FMUC apoia a criação da Faculdade de Medicina de Cabo Verde, com base num protocolo assinado entre os dois países.

Partilhar esta notícia
Referência

Info-Saúde Relacionados