Mantenha um bronze natural e duradouroNotícias de Saúde

Domingo, 24 de Agosto de 2014 | 88 Visualizações

Chega o verão e um dos primeiros desafios para muitos veraneantes é simplesmente como ganhar um tom de pele mais bronzeado. Mas conseguido o bronze, surge outra dúvida: como fazê-lo perdurar um pouco mais? Fique com algumas sugestões.

Uma pele bronzeada no verão tornou-se um sinal de beleza nas nossas sociedades. E a verdade é que são muitas as pessoas que se dedicam afincadamente a consegui-lo. Não será por acaso que se consagrou a irónica expressão de "trabalhar para o bronze".

Quando ter cuidado é a melhor ajuda

Alcançar a tal desejada cor bronzeada até pode não ser tarefa fácil, mas mantê-lo pode ser mais simples do que imagina. É que conseguir um bronze que perdure um pouco mais tem muito a ver com os mesmos cuidados que devemos ter quando estamos ao sol. Lima Duque, dermatologista, fala-nos do uso de protetores solares com uma curiosa e muito verdadeira expressão: "um protetor é uma questão de investimento".

No início das idas à praia é essencial um protetor mais elevado, porque a pele, depois de um ano de trabalho, já não está habituada à exposição solar. À medida que o bronze estabiliza pode-se reduzir a proteção mas atenção, que, abaixo de 15 FPS filtro de protetor solar), a proteção é reduzida, contribuindo para um maior risco de escaldões.

A alimentação é outro fator importante. Os períodos mais quentes habitualmente até podem tornar o consumo de saladas e frutas frescas ainda mais convidativas. E quem quiser defender o seu bronze tem nas frutas e nos vegetais dois ótimos aliados.

As combinações de alimentos que ajudam a obter um bronzeado saudável e duradouro são diversas, naturalmente, mas é importante que contenham antioxidantes e carotenoides. O betacaroteno, por exemplo, é um antioxidante eficaz, que o organismo transforma em vitamina A, e é um dos elementos mais eficazes na busca do bronzeado perfeito.

Este encontra-se presente em alimentos como cenoura, abóbora, beterraba, manga, papaia, kiwi, melão, batata doce, espargos, espinafres, agrião, brócolos entre outros, e sãosão ideais para incluir na sua alimentação antes e durante o verão. Uma das funções principais do betacaroteno é precisamente estimular a produção de melanina, o que ajuda a proteger a epiderme contra os efeitos nocivos do sol e a combater os radicais livres que são os responsáveis pelo envelhecimento da nossa pele. Outro aliado é o ómega 3, abundante em muitos peixes (atum, salmão), que também auxilia na absorção do betacaroteno.

A hidratação é outro passo importante para uma pele bonita e um bronzeado duradouro. Evitem-se também banhos com a água muito quente – algo que não será assim tão complicado, já que em certos dias em que o calor aperta abrasadoramente, um duche um pouco mais fresco será particularmente refrescante. É que a água quente ajuda a ressecar a pele, o que inevitavelmente desgasta o tal bronze para o qual se trabalhou.

Atenção também aos dias em que o sol está mais escondido pelas nuvens. O facto de o céu estar um pouco mais nublado não quer dizer que o sol deixe de queimar. Os cuidados continuam a ser os mesmos, até porque um descuido não só estragará um bronze, como poderá substituí-lo por um escaldão, o que trará problemas de futuro.

O essencial é nunca esquecer que o principal inimigo de um bom bronze é o excesso de exposição solar. Quando se é descuidado, a pena é uma pele escaldada, o que causa desconforto e efeitos nocivos que, como recorda o dermatologista, perduram no tempo. Por isso se quer manter um bronze que, de forma natural, vá um pouco mais além deste mês de agosto, o melhor mesmo é nunca esquecer que o sol exige cuidados. Afinal de contas, a saúde é sempre um sinal de beleza. E isto assenta que nem uma luva quando falamos da pele.

Partilhar esta notícia
Autor
MSN
Referência
Escrito porPedro F. Pina, com entrevista a Lima Duque, dermatologista

Notícias Relacionadas