Mais anos reprodutivos beneficiam saúde nas mulheresNotícias de Saúde

Quarta, 05 de Julho de 2017 | 36 Visualizações

Fonte de imagem: Huffingtonpost

Uma equipa de investigadores descobriu que quanto mais longo o período reprodutivo das mulheres, menor é o risco de virem a sofrer um acidente vascular cerebral ou angina de peito.
 
Num estudo conduzido pela Universidade da Florida, Gainesville, EUA, foi demonstrado que cada aumento adicional de um ano estava associado a um 3% de redução no risco de problemas cardiovasculares e cerebrovasculares.
 
Para o estudo, Hend Mansoor e colegas analisaram dados de 3.081 mulheres, com uma média de 70 anos de idade que tinham participado numa sondagem sobre saúde e nutrição (“National Health and Nutrition Examination Survey” no seu original em inglês) nos EUA, entre 2007 e 2012.
 
As participantes forneceram informação relativa à idade da menarca e da menopausa e a existência ou não de doenças cardiovasculares e cerebrovasculares. Foram excluídas as mulheres que tinham tido um episódio cardiovascular ou cerebrovascular antes da menopausa.
 
As participantes foram divididas em dois grupos: um de 2.052 mulheres com um período reprodutivo mais longo (30 ou mais anos) e outro de 1.029 mulheres com um período reprodutivo mais curto (menos de 30 anos). 
 
Foi também conduzida uma análise de subgrupo, considerado por cada cinco anos adicionais de período reprodutivo.
 
Como resultado, os investigadores observaram que as mulheres com um período reprodutivo mais longo apresentavam um menor risco de virem a desenvolver doenças cardiovasculares e cerebrovasculares em comparação com as mulheres com períodos reprodutivos mais curtos. 
 
Segundo os autores do estudo, estes resultados sugerem que a exposição às hormonas sexuais como o estrogénio exercerão um efeito protetor sobre a saúde das mulheres.

Partilhar esta notícia
Referência
Estudo publicado na “Journal of Women's Health”

Notícias Relacionadas

Info-Saúde Relacionados