Londres ultrapassa níveis de poluição anuais no primeiro mês do anoNotícias de Saúde

Terça, 30 de Janeiro de 2018 | 45 Visualizações

Fonte de imagem: Fortune

Londres superou no primeiro mês de 2018 o limite máximo anual de contaminação ambiental estabelecido pela União Europeia.

 

O limite estipulado pela legislação europeia exige que a concentração máxima de dióxido de nitrogénio (NO2) no ar não exceda os 200 microgramas por metro cúbico mais de 18 vezes ao longo de um ano, em qualquer área da cidade. Mas os dados divulgados hoje mostram que nas ruas de Brixton, no sul de Londres,  por exemplo, estes valores foram largamente ultrapassados esta terça-feira.

De acordo com o projeto ambiental sobre o ar de Londres realizado pelo King’s College, as normas foram quebradas a um mês do início do ano, devido à concentração desta substância contaminante, que provoca problemas de coração e pulmões. “Os limites de poluição em Londres, mesmo com temperaturas frias, podem representar um risco grave para as pessoas que sofrem de doenças pulmonares”, e “pode afetar toda a saúde”, alerta a Fundação Britânica para o Pulmão.

Segundo The Telegraph, morrem cerca de 40 mil pessoas por ano devido aos efeitos da poluição.

  • Veja aqui o mapa da qualidade do ar em tempo real
Partilhar esta notícia
Referência
Rita Paz