Leva o almoço para o trabalho? 8 regras para uma marmita saudávelNotícias de Saúde

Quarta, 22 de Outubro de 2014 | 491 Visualizações

Fonte de imagem: Photographee.eu - Fotolia.com

As escolhas certas para almoços mais económicos mas sempre saudáveis

Um estudo realizado pela empresa de estudos de mercado Kantar Worldpanel, divulgado em 2012, revelou que cerca de 40% das famílias portuguesas levava o almoço para o trabalho em vez de ir almoçar fora – comparativamente aos 29% em 2009. 

Em 2014, não resta qualquer dúvida: a tendência da marmita veio para ficar. Porém, para que corresponda a uma refeição saudável, nutritiva e completa, eis algumas regras que deve seguir. 

1. Uma estratégia económica e prática é cozinhar quantidades maiores do que aquilo que vai necessitar para o almoço/jantar e reservar o que sobrar para a marmita do dia seguinte. Se não quiser comer a mesma coisa dois dias seguidos, congele e guarde para o almoço de outro dia da semana. 

2. Prefira sempre grelhados, cozidos ou assados em detrimento dos fritos. 

3. Acompanhe com uma porção grande de vegetais (se forem crus devem ir num recipiente à parte) e uma porção pequena de arroz/batata/massa.

4. Leve sempre sopa. Nutritiva, dá-lhe também a sensação de saciedade, o que faz com que não necessite de comer muito a seguir.

5. Uma salada é uma excelente opção como prato principal, sendo pouco calórica e ideal para os dias quentes. No entanto, não se esqueça que a salada deve ter sempre proteínas (presentes na carne, peixe, ovos, seitan, tofu, fiambre), hidratos de carbono complexos (leguminosas, massa…), fibras e vitaminas (vegetais e/ou fruta). Leve o tempero à parte e use-o no momento. Para temperar use azeite (em pouca quantidade), vinagre, sumo de limão ou ervas aromáticas.

6. Se optar por uma sandes (prefira pão mais escuro em detrimento do branco), recheie-a com atum, salmão, frango, carne assada ou queijo. Adicione sempre um ou mais vegetais e não ceda ao apelo dos molhos - nem da manteiga!

7. Termine sempre a refeição com uma peça de fruta.

8. Transporte a marmita num saco térmico. Quando chegar ao seu local de trabalho guarde-a logo no frigorífico.

Atenção!
Se guarda a refeição num recipiente plástico, transfira-a para o prato quando a for aquecer no micro-ondas. Existem substâncias tóxicas no plástico que se libertam quando este é sujeito temperaturas elevadas e que se julgam estar associadas ao desenvolvimento de várias patologias.

Partilhar esta notícia
Referência

Notícias Relacionadas