Jovens entram na puberdade cada vez mais cedoNotícias de Saúde

Quarta, 22 de Junho de 2016 | 35 Visualizações

Fonte de imagem: Pixabay

Aquelas quem eram as idades da chamada a puberdade precoce são agora vistas como o momento “normal” para os primeiros sinais de adolescência.

Entrar na adolescência aos oito ou nove anos? Parece algo precoce, mas é o que tem vindo a acontecer nos últimos tempos.

Conta um artigo do The Wall Street Journal que há cada vez mais crianças a atingir a puberdade antes de completarem os dez anos de idade, com muitas a ter os primeiros sinais de adolescência entre os sete e os nove anos, idades que, até agora, faziam parte daquilo a que se chamada ‘puberdade precoce’.

De acordo com a pediatra Louise Greensoan, “no geral, achamos que, agora, sete anos é provavelmente uma idade normal para ter alguns sinais de puberdade”, acabando por deixar de fazer sentido falar em puberdade precoce – termo médico que descreve a chegada dos primeiros sinais da adolescência em raparigas com menos de oito anos e rapazes com menos de nove.

Embora a ciência não tenha, ainda, conseguido encontrar consequências concretas para a puberdade precoce, alguns estudos apontam que as jovens que atingem a adolescência demasiado cedo – quando ainda são ‘crianças’ - correm um maior risco de depressão nos anos seguintes.

Além disso, a chegada demasiado cedo da adolescência faz aumentar os comportamentos de risco – como o uso de tabaco e de drogas e o sexo desprotegido -, muitos deles que acabam por ficar diretamente associados a outros problemas que surgem a longo prazo, como é o caso da diabetes, da obesidade e do cancro da mama.

Partilhar esta notícia
Referência

Info-Saúde Relacionados