Ingrediente comum nas comidas processadas ligado ao cancroNotícias de Saúde

Terça, 08 de Novembro de 2016 | 1984 Visualizações

Fonte de imagem: Saúde - Terra

Estudo concluiu que há um ingrediente artificial comum nas comidas processadas que pode provocar cancro do intestino.

O que é bom para manter os produtos alimentares estáveis e seguros nas prateleiras do supermercado e dos seus armários pode afinal não ser saudável para o corpo.

Um grupo de investigadores da Universidade do Estado da Geórgia concluiu nos resultados do seu estudo publicados na revista científica Cancer Research que os emulsionantes criam as condições ideais para espoletar cancro em ratos.

Os emulsionantes são químicos que são adicionados à mistura de ingredientes oleosos e à base de água em alimentos processados para mantê-los consistentemente misturados para que não se separem.

Como reporta a revista Time, as regulamentações alimentares limitam a quantidade de cada emulsionante presente num produto alimentar particular a 1% a 2%, mas não restringem o número de emulsionantes permitidos.

Emilie Viennois, do Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade do Estado da Geórgia e investigadora que liderou este estudo, mostrou em trabalhos anteriores que os emulsionantes mudaram as bactérias boas que vivem no intestino dos ratos. Essas mudanças promovem a síndrome metabólica, que é um fator de risco para certas doenças crónicas como diabetes, obesidade e doenças cardíacas e inflamação – problemas de saúde que têm sido ligados à doença inflamatória intestinal. Sendo que em alguns casos de doença inflamatória intestinal se podem desencadear tumores em crescimento.

Neste último estudo a investigadora focou-se em analisar se os emulsionantes afetavam o risco de cancro, especialmente de cancro do intestino. Depois de três meses a alimentar e a dar água com emulsionantes a ratos de laboratório, descobriu que os que consumiram os emulsionantes mostraram mudanças nos micróbios do intestino que eram consistentes como a promoção do crescimento de tumores.

Concluiu que altos níveis de inflamação criados pelas mudanças microbianas formam o ambiente perfeito para o desenvolvimento de cancro.

Apesar de o teste ter sido realizado em ratos e não em humanos a investigadora deixa o conselho: “cozinhem em vez de usar produtos da indústria alimentar” e, acrescenta, “nas refeições, misture alimentos processados como alguns alimentos caseiros para não ter uma exposição tão grande aos emulsionantes em apenas uma refeição.”

Partilhar esta notícia
Referência

Notícias Relacionadas