Incentivos como lotarias fazem aumentar check-ups no médicoNotícias de Saúde

Terça, 03 de Abril de 2018 | 5 Visualizações

Fonte de imagem: Rehabilitation Integrated Network Group

Os portugueses tendem a ‘correr’ mais aos exames médicos quando lhes é dado um prémio. A startup Nudge Portugal verificou ainda que se comem mais brócolos quando dispostos da forma adequada num refeitório.

 

A startup Nudge Portugal, que utiliza a economia comportamental para levar a que os cidadãos atuem de determinada forma, verificou que através de um incentivo financeiro, nomeadamente uma lotaria, se consegue aumentar de 40% para 64% os check-ups anuais no médico.

A microempresa, incubada na Healthcare, está a implementar várias medidas em empresas nacionais, para que estas possamalterar os hábitos dos seus colaboradores e clientes em prol da sua saúde.

Os economistas e os psicólogos envolvidos na Nudge Portugal aperceberam-se de que, por exemplo, o consumo de legumes, inclusive brócolos, subia cerca de 20% quando dispostos estrategicamente num refeitório: no início e no fim do linear.

“Projetos como o da Nudge são exemplo do que a Healthcare City pode fazer em concreto pelos empreendedores que normalmente aparecem com uma vaga ideia do que querem fazer e que saem do programa com um negócio que contribui para a economia e inovação na saúde”, afirma o CEO da Healthcare City, Nuno Carvalho.

Nascida de uma parceria entre a Nova Medical School, a farmacêutica Janssen, o grupo Lusíadas Saúde e a Médis, a empresa pretende estimular a inovação e beneficiar a saúde dos portugueses com normas que vão desde esse estímulo ao consumo de vegetais à redução da mortalidade dos doentes em procedimentos de ventilação pulmonar.

A Nudge Portugal apurou também que, ao inverter a ordem de listagem dos medicamentos genéricos do fim para o início, era possível observar um crescimento de 23,4% na taxa de prescrição dos mesmos.medoco

Partilhar esta notícia
Referência

Notícias Relacionadas