Idosa de 90 anos recupera visão com tratamento inovadorNotícias de Saúde

Quinta, 13 de Março de 2014 | 427 Visualizações

Uma idosa britânica de 90 anos que sofria de degeneração macular há 15 anos recuperou agora a visão graças a um inovador tratamento que consiste em implantar um minúsculo telescópio num dos olhos dos pacientes. Margaret Ward voltou assim a ver a face do seu marido e garante que continua “tão bonito” como antes.

Margaret Ward perdeu a visão em 1999 resultado do progresso de uma condição conhecida como ‘degeneração macular’: um problema que ocorre normalmente em pessoas mais velhas e que resulta na perda de visão no centro do campo visual (a mácula), devido a danos na retina. 

Como resultado desta condição, Margaret conseguiu apenas preservar a visão periférica do olho direito, o que a impedia de realizar a maior parte das tarefas diárias e também de reconhecer o rosto das pessoas que se encontravam à sua frente.

Contudo, esta avó recuperou agora capacidade de visão dos dois olhos depois de se ter tornado a uma das sete pacientes, no Reino Unido, a receber o inovador implante CentraSight, do tamanho de uma pequena ervilha, que funciona como um telescópio. 

“Eu adoro o meu marido e tem sido horrível não poder ver a sua cara ao longo destes 15 anos”, disse Margaret Ward, citada pelo Daily Mail.  “Agora posso ver que ele não mudou nada nos nestes anos. Não tem rugas nenhumas e continua bonito”, garante a idosa.

A cirurgia a que Margaret foi submetida exige uma simples anestesia local e consiste em remover a lente ‘natural’ do olho e substituí-la por um minúsculo telescópio. Esta lente amplia os objetos três vezes e projeta as imagens para a parte saudável da retina, em vez de as transmitir para a mácula danificada.

Depois da cirurgia, os pacientes passam a usar o olho intervencionado para cumprir a função de visão central e o outro para executar a tarefa da visão periférica.

De acordo com o site da CentraSight, esta solução apenas funciona em paciente com determinados problemas de visão, como a degeneração macular, e é preciso fazer uma rigorosa avaliação para determinar se o candidato é elegível à cirurgia.

Para saber mais clique Aqui

Partilhar esta notícia
Autor
Daily Mail / Boas Notícias
Referência
CentraSight

Notícias Relacionadas