Hospitais privados são fundamentais para a sustentabilidade dos sistemas de SaúdeNotícias de Saúde

Terça, 07 de Novembro de 2017 | 23 Visualizações

A conclusão é do estudo Factbook da Hospitalização Privada Europeia, hoje apresentado no Parlamento Europeu.

A Associação Portuguesa de Hospitalização Privada (APHP) participa hoje na apresentação do Factbook da Hospitalização Privada Europeia no Parlamento Europeu, um estudo que realça a crescente relevância dos hospitais privados na capacidade de resposta dos sistemas de saúde na Europa e que sugere uma reflexão sobre políticas públicas de Saúde, que, sem preconceitos ideológicos, tenha em consideração a iniciativa privada, a sua eficiência e a forma como coloca o cidadão no centro da sua ação.

O Factbook ‘Private Hospitals in Europe: Supporting Sustainable Health Systems’, da autoria de Hans Martens, especialista europeu em saúde, é editado pela União Europeia de Hospitalização Privada (UEHP), federação que representa cinco mil hospitais privados europeus.

“A obra analisa a situação atual e as perspetivas de evolução dos sistemas de saúde dos países europeus, incluindo Portugal, e chama a atenção para a necessidade de ter em conta o superior interesse dos doentes, ao mesmo tempo que cada vez mais se exige que os sistemas sejam focados na criação de valor dos chamados outcomes de saúde (Value Based Health Care)”, explica Óscar Gaspar, presidente da Associação Portuguesa de Hospitalização Privada.

O Factbook releva que, apesar de existir, na globalidade do setor público, uma redução do número de camas hospitalares nos últimos anos, em certos Estados Membros, como em Portugal, o número de camas dos hospitais privados tem aumentado constantemente. Os hospitais privados representam mais de 20% do número de camas hospitalares na Europa e igual proporção de internamento de pacientes.

Sobre Portugal, à semelhança de outros países, o Factbook mostra que os hospitais privados adquirem uma relevância crescente no domínio da saúde pública, da poupança de recursos públicos, da empregabilidade e da economia nacional, contribuindo, quer para a redução das listas de espera para consultas e cirurgias, quer para a inovação tecnológica dos serviços de saúde, substituindo a resposta pública em diversas áreas.

De acordo com Hans Martens, os hospitais privados contribuem para a modernização dos sistemas de saúde da Europa: mostram uma forte resiliência na adaptação à inovação tecnológica e às restrições económicas globais; desenvolvem estratégias para fornecer serviços médicos seguros e com qualidade e, ao mesmo tempo, são economicamente eficientes, mesmo num contexto de crise financeira e barreiras de enquadramento legal.

Sendo a sustentabilidade dos sistemas de saúde uma preocupação transversal a todos os Estados Membros da União Europeia, a APHP está convicta que com este Factbook se dará mais um passo para a construção de uma nova ideia de saúde na Europa.

Partilhar esta notícia
Referência

Notícias Relacionadas