Hipertensão arterial em adolescentes também afeta órgãosNotícias de Saúde

Quarta, 20 de Setembro de 2017 | 35 Visualizações

Fonte de imagem: Teo Esportes

Um novo estudo demonstrou que a hipertensão arterial pode causar danos nos órgãos em adolescentes, da mesma forma como acontece nos adultos com aquele problema.
 
O estudo conduzido por uma equipa de investigadores do Centro de Medicina do Hospital Pediátrico de Cincinatti, Ohio, EUA, foi apresentado recentemente num congresso da Sociedade Americana do Coração sobre Hipertensão que teve lugar na cidade de São Francisco, naquele país. 
 
Para o estudo Elaine M. Urbina e colegas propuseram-se investigar a tensão arterial e medir os danos causados pela hipertensão arterial em 180 adolescentes, com idades compreendidas entre os 14 e os 17 anos, sendo 64% dos participantes brancos e 57% do sexo masculino.
 
A hipertensão arterial na infância é definida em termos de percentis, em vez do nível de tensão arterial. Os investigadores procuraram descobrir se a hipertensão arterial, com um percentil abaixo de 95, que constitui a definição clínica de hipertensão arterial na juventude, causava problemas nos órgãos dos adolescentes.
 
Como resultado, os investigadores verificaram que efetivamente, mesmo em jovens que tinham sido considerados normais em termos de tensão arterial, com um percentil abaixo de 80, tinham ocorrido danos no coração e vasos sanguíneos.
 
No grupo considerado como apresentando um risco médio, considerado como jovens com um percentil de tensão arterial situado entre 80 e 90, e no grupo considerado como apresentando um risco elevado, ou seja, com mais de 90 de percentil em termos de tensão arterial, foram identificados danos no coração e vasos sanguíneos.
 
"Alguns adolescentes poderão ter lesões nos órgãos relacionados com a tensão arterial e não estarem a ser identificados para tratamento”, observou Elaine M. Urbina, diretora de Cardiologia Preventiva do Centro de Medicina do Hospital Pediátrico de Cincinatti e autora principal deste estudo. 

Partilhar esta notícia
Referência

Notícias Relacionadas

Info-Saúde Relacionados