Há novos genes que podem influenciar problemas de ansiedadeNotícias de Saúde

Terça, 16 de Junho de 2015 | 41 Visualizações

Nathaniel McGregor, um investigador do Departamento de Psiquiatria e do Departamento de Genética na Universidade de Stellenbosch, na África do Sul, descobriu sete novos genes que podem desempenhar um papel na forma como a ansiedade se desenvolve e progride.

O investigador partilhou as suas descobertas com o The Conversation. Explica que analisaram a capacidade do cérebro realizar sinapses em resposta a determinados estímulos. Estudaram como é que estas sinapses podem interferir nos comportamentos.

Nesta investigação a equipa de trabalho de Nathaniel McGregor identificou sete novos genes possíveis candidatos a estudos mais profundos. Seis deles nunca tinham sido envolvidos nos problemas de ansiedade.

O investigador explica que grande parte das pessoas com problemas de ansiedade não está a ser tratada como deveria e que esta descoberta pode significar, no futuro, a possibilidade de um tratamento muito mais eficaz.  

Problemas como perturbação obsessivo-compulsiva, ataques de pânico ou ansiedade social estão entre as condições psicológicas mais debilitantes. Atualmente afetam mais de 350 milhões de pessoas por todo o mundo, como noticia o MedCity News.

Partilhar esta notícia
Referência

Notícias Relacionadas

Info-Saúde Relacionados