Grávidas com diabetes tipo 1 bem controlada podem ter bebés com peso excessivoNotícias de Saúde

Quinta, 05 de Julho de 2018 | 5 Visualizações

Fonte de imagem: Pinterest

Um estudo recente examinou as associações nos três trimestres de gravidez entre a variação glicémica, o crescimento do feto e o peso ao nascimento em gravidezes com diabetes mellitus tipo 1.
 
Os investigadores documentaram ao longo das gravidezes valores elevados de peso fetal e de circunferência abdominal e que eram consistentes com um crescimento pré-natal acelerado.
  
Florence Brown, do Centro de Diabetes Joslin da Escola de Saúde Pública T.H. Chan da Universidade de Harvard, EUA, e a sua equipa utilizaram a monitorização contínua da glicose para determinar a variação glicémica durante períodos de 7 dias em cada trimestre da gravidez.
 
De acordo com os resultados do estudo, a média dos valores registados da hemoglobina glicosada foram de 6,5%, 6,1% e 6,4% durante o primeiro, segundo e terceiro trimestres, respetivamente.
 
Em declarações sobre este estudo, Satish Garg, editora da revista “Diabetes Technology & Therapeutics” e professora de Medicina e Pediatria na Universidade de Colorado Denver (Aurora) salientou que “a macrossomia fetal continua a ser um problema em doentes com diabetes tipo 1 associada à gravidez, apesar das melhorias no controlo global da glicose. Apesar da existência de um sistema de controlo híbrido de circuito fechado, será importante observar se o peso fetal pode ser diminuído com a disponibilização automática de insulina com base num sensor dos valores da glicose.”

Partilhar esta notícia
Referência
Estudo publicado na revista “Diabetes Technology & Therapeutics”

Notícias Relacionadas